Caminhos para guaranizar a educação em ciências: envolvimento e luta na terra indígena do morro dos cavalos

DSpace Repository

A- A A+

Caminhos para guaranizar a educação em ciências: envolvimento e luta na terra indígena do morro dos cavalos

Show full item record

Title: Caminhos para guaranizar a educação em ciências: envolvimento e luta na terra indígena do morro dos cavalos
Author: Scanavaca, Raiza Padilha
Abstract: Desde a invasão colonial vivemos em um paradigma civilizatório em que a dominação e exploração são naturalizadas e estruturam as sociedades do sistema-mundo, inclusive na educação e conceitos das ciências da natureza, imersos em lógicas hierarquizantes, racializadas e de dominação. Os povos originários do território, hoje chamado de Brasil, vivem historicamente a política de extermínio e ?integração?, porém muitas nações resistem e constroem um forte movimento social que luta contra os valores capitalistas, a violência do Estado, o racismo estrutural e pela existência de suas vidas e epistemes. A nação Guarani é uma das maiores nações da América Latina sendo protetora das matas e provedora da biodiversidade. A dissertação é uma pesquisa-ação feita a partir da participação na escrita do Plano de Gestão Territorial e Ambiental do Morro dos Cavalos, Palhoça, Santa Catarina. O \"Eko-etno-envolvimento do Morro dos Cavalos\" é ferramenta de fortalecimento da autonomia Guarani na luta pela homologação da terra e na construção do bem viver. O envolvimento na escrita do PGTA possibilitou a percepção de entendimentos epistemológicos sobre natureza, vida, ambiente, terra e território e os desafios interculturais para transformações na educação em ciências. O trabalho traz a vivência histórica do povo Guarani no Morro dos Cavalos, as violências que enfrentam cotidianamente, a importância da homologação da terra e os aprendizados com o ?nhandereko?, traduzido no português ?modo de vida Guarani?, com seus grandioso valores que podem contribuir com uma educação em ciências decolonial que sirva ao bem viver. A discussão da pesquisa foi organizada a partir de uma narrativa ficcional que trouxe elementos de aprendizados na comunidade Guarani, além de utopias na construção de um mundo onde caibam muitos mundos. A partir da ficção trouxe elaboração de sentidos práticos para educação em ciências, uma educação envolvida com os territórios, que desnaturaliza a propriedade privada, a hierarquização no olhar para a vida e que constrói valores para o bem viver na mudança do paradigma civilizatório.Abstract: Desde la invasión colonial, hemos vivido en un paradigma civilizador en el que la dominación y la explotación se naturalizan y estructuran las sociedades del ?sistema mundo?, incluída la educación y los conceptos de las ciencias naturales, inmersos en la lógica jerárquica, racializada y de dominación. Los pueblos indígenas del territorio, hoy llamado Brasil, han vivido históricamente la política de exterminio e \"integración\", pero muchas naciones resisten y construyen un fuerte movimiento social que lucha contra los valores capitalistas, la violencia estatal, el racismo estructural y por la existencia de sus vidas y epistemes. La nación Guarani es una de las naciones más grandes de Latinoamerica, protege los bosques y proporciona biodiversidad. Esta disertación es una investigación-acción realizada a partir de la participación en la redacción del Plan de Gestión Territorial y Ambiental de Morro dos Cavalos, Palhoça, Santa Catarina. El \"Eko-etno-envolvimento do Morro dos Cavalos\" es una herramienta para fortalecer la autonomía Guarani en la lucha por la homologación de la tierra y en la construcción del bien vivir. La participación en la escritura de la PGTA permitió la percepción de entendimientos epistemológicos sobre la naturaleza, la vida, el medio ambiente, la tierra y el territorio y los desafíos interculturales para los cambios en la educación científica. El trabajo trae la experiencia histórica del pueblo Guarani en Morro dos Cavalos, la violencia que enfrentan a diario, la importancia de homologar la tierra y aprender del \"nhandereko\", traducido \"estilo de vida guaraní\", con sus grandes valores que pueden contribuir a una educación científica descolonial que sirva para vivir bien. La discusión de la investigación se organizó en base a una narrativa ficticia que trajo elementos de aprendizaje en la comunidad Guarani, además de utopías en la construcción de un mundo donde encajan muchos mundos. Desde la ficción, trae consigo la elaboración de significados prácticos para la educación científica, una educación relacionada con los territorios, que desnaturaliza la propiedad privada, la jerarquía en la mirada de la vida y que construye valores para la buena vida al cambiar el paradigma civilizador.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Florianópolis, 2020.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/216715
Date: 2020


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar