ESTUDO DA METANIZAÇÃO DE RESÍDUOS ALIMENTARES COMO FONTE DE ENERGIA NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFSC

DSpace Repository

A- A A+

ESTUDO DA METANIZAÇÃO DE RESÍDUOS ALIMENTARES COMO FONTE DE ENERGIA NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFSC

Show full item record

Title: ESTUDO DA METANIZAÇÃO DE RESÍDUOS ALIMENTARES COMO FONTE DE ENERGIA NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFSC
Author: Silva, Júlia Caroline da
Abstract: A digestão anaeróbia é uma técnica muito eficiente no tratamento e valorização dos resíduos orgânicos, com vistas ao seu aproveitamento energético. O biogás é uma mistura de gases altamente combustível, obtido pela digestão anaeróbia e que possui grande aplicabilidade, como a queima e a geração de energia elétrica. Diante da possibilidade de aproveitamento do biogás, a digestão anaeróbia apresenta-se como um processo viável economicamente, além de benéfico ao meio ambiente. Dentre os benefícios, é possível citar a diminuição da emissão de gases de efeito estufa e a redução da disposição de resíduos sólidos urbanos em aterros sanitários, proporcionando, assim, um aumento do tempo de vida útil dos mesmos, e fornecendo uma destinação correta aos resíduos. Desse modo, o presente estudo tem como objetivo avaliar o potencial de produção de biogás a partir de resíduos alimentares provenientes do Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal de Santa Catarina e apresentar uma análise econômica da metanização desses resíduos como fonte de energia. Através de pesagens locais, obteve-se o valor da média diária de geração de resíduos do RU de 486 kg, com possibilidade de geração de 84,20 m³/dia de biogás. A utilização do biogás como gás de cozinha através de combustão direta cobre a demanda necessária para funcionamento do restaurante por 18 dias do mês, representando uma economia mensal de R$ 9.000,00. Se utilizado como energia elétrica o mesmo representa o equivalente a 160,15kWh/dia, aproximadamente R$ 2.414,18. Foi proposta a concepção de um sistema de digestão anaeróbia em reator de fluxo contínuo com agitação (CSTR) em escala real, para metanização dos resíduos alimentares do RU e geração de energia para o funcionamento do restaurante. Concluiu-se, então, que a biodigestão dos resíduos alimentares do restaurante universitário se mostrou promissora economicamente, além de fomentar a utilização das energias renováveis e a diversificação da matriz energética do país.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/195648
Date: 2018-11-28


Files in this item

Files Size Format View
TCC II Júlia Caroline da Silva.pdf 2.802Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar