Unveiling teacher learning

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Unveiling teacher learning

Mostrar registro completo

Título: Unveiling teacher learning
Autor: Rosa, Márcia de São Thiago
Resumo: Abstract : The overall duty of teacher education programs has always been the same- preparing pre-service and in service teachers for teaching- yet, the way the field understands how teachers learn to do their job has been sensibly changing over the last decades (Freeman &Johnson,1998). On the flip side of the traditional positivist paradigm which dictate(d) and model(ed) specific teaching behaviors to achieve determined outcomes, is the vygostskian sociocultural theoretical perspective, which recognizes learning as a unique process shaping and being shaped by the social context in which the individual is inserted. This perspective has garnered prominence in the scenario of second/foreign language teacher education and prompted a call for researches on teachers? learning. Joining the various voices aiming at responding to such call, this study?s ultimate goal was to show the power of sociocultural perspective in unveiling language teachers? cognition. As such, this study investigates how two English as a foreign language experienced teachers? conceptions of teaching emerged and evolve as they move along a one-semester teaching experience in which their pedagogical practice is object of study of the researcher, a peer teacher who follows their classes, questions their decisions, and responds to their teaching practices and anxieties via a blog constructed to these ends. The findings underscore that teacher learning is a unique process that demands time and engagement in meaningful learning opportunities, and is mediated by teachers? prior experiences as language learners, language teachers, by their own agency, by emotion, and also by the contextual aspects in which learning/teaching takes place. Moreover, a close reading across the cases of the participants makes visible that the longstanding quandary about theory and practice divide is still an issue permeating teachers? practices and has prevented teachers to develop conceptual thinking. Given the elucidatory power that researches on teacher development brings to the fore, it seems that teacher education programs should consider designing curricula that account for the individual aspects of teacher learning and that promote strategic mediation along all the course periods and across all levels of education within the program.<br>Apesar da missão primordial dos programas de formação de professores ter se mantido a mesma ao longo dos anos-preparar professores para o ensino-a forma como a área entende como os professores aprendem a fazer seu trabalho vem mudando sensivelmente ao longo das últimas décadas (Freeman & Johnson, 1998). Na contramão do tradicional paradigma positivista, que dita(va) e molda(va) comportamentos específicos de ensino a fim de alcançar determinados resultados, está a perspectiva teórica sociocultural vygotskiana, que vê a aprendizagem como um processo único no qual o indivíduo influencia e é influenciado pelo contexto social no qual está inserido. Esta perspectiva tem se destacado no cenário de formação de professores de língua estrangeira/segunda língua mobilizando chamados para pesquisas sobre a aprendizagem de professores. Juntando-se às várias vozes que visam responder a tal chamamento está este estudo, cujo objetivo final foi mostrar o potencial da perspectiva sociocultural em desvendar a cognição do professor, investigando como alguns conceitos relacionados a ensinar surgem e se desenvolvem ao longo de um semestre curricular, quando a prática de dois professores experientes de inglês como língua estrangeira tem sua prática pedagógica acompanhada pela pesquisadora -uma professora mediadora que assiste suas aulas, questiona suas decisões, responde às suas práticas de ensino e ansiedades através de um blog criado para estes fins. Os resultados revelam que a aprendizagem de professores é um processo único que exige tempo e engajamento em oportunidades de aprendizagem significativas, é mediado por experiências anteriores dos professores enquanto alunos de línguas, professores de línguas, por sua própria agência, pela emoção, e também por aspectos contextuais onde este processo ocorre. Além disso, a leitura atenta dos casos de cada participante revela que o dilema de longa data em relação à divisão entre a teoria e a prática ainda é uma questão que permeia as práticas dos professores e tem dificultado o desenvolvimento do pensamento conceitual. Considerando-se o poder elucidativo que as pesquisas sobre o desenvolvimento de professores trazem à tona, os programas de formação deveriam considerar montar currículos que levem em conta aspectos individuais relacionados à aprendizagem dos professores e que promovam a mediação estratégica ao longo de todos os níveis dentro do programa de formação básica e continuada de professores de língua.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários, Florianópolis, 2016.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/172262
Data: 2016


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
343096.pdf 1.855Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar