Relações entre saneamento-química-meio ambiente na educação profissional e tecnológica numa perspectiva crítico-transformadora

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Relações entre saneamento-química-meio ambiente na educação profissional e tecnológica numa perspectiva crítico-transformadora

Mostrar registro completo

Título: Relações entre saneamento-química-meio ambiente na educação profissional e tecnológica numa perspectiva crítico-transformadora
Autor: Leal, Adriana Lopes
Resumo: O ensino de Química em cursos Técnicos em Saneamento Ambiental/Controle Ambiental, orientado pelos pressupostos freireanos de educação e pelo enfoque CTS, pode se configurar como uma proposta que contribua para uma melhor compreensão e enfrentamento das questões sanitárias e ambientais a eles inerentes. Com esta tese, objetivamos discutir os limites e as possibilidades de conhecimentos e práticas disseminados por professores de Química, nos processos formativos dos Técnicos, referentes às compreensões de educação profissional, meio ambiente, saneamento e ensino de Química, com vistas à adoção de uma perspectiva de formação Crítico-Transformadora. O percurso metodológico de nossa pesquisa compreendeu desde uma investigação panorâmica de produções científicas da Química, relativas ao tema saneamento, seguida de uma análise de documentos oficiais e institucionais dos cursos investigados e, por fim, entrevistas semiestruturadas com nove professores de Química de cursos TSA/CA de seis Institutos Federais, a saber: IFAC; IFPA; IFRN; IFSC; IFSudesteMG e IFTO. As informações qualitativas obtidas foram analisadas utilizando-se os procedimentos da Análise Textual Discursiva, recorrendo-se, principalmente, à concepção de educação transformadora de Paulo Freire e aos pressupostos epistemológicos de Ludwik Fleck, particularmente, à circulação intra e intercoletiva de ideias e práticas. Algumas situações-limites à formação critico-transformadora foram identificadas, entre elas, a crença na neutralidade e objetividade conferida aos conhecimentos científicos e tecnológicos; o entendimento da Química focado na remediação dos problemas sanitários e ambientais (à semelhança do entendimento de saneamento como medidas técnico-instrumentais, que reforçam ações voltadas apenas ao saneamento básico); de uma visão naturalista, antropocêntrica e racional de meio ambiente e das perspectivas higienista-preventivistas e conservacionista dos problemas sanitários e ambientais. Apontamos para a existência de certas sintonias entre os coletivos de pesquisadores da Química e os professores de Química da EPT pesquisados, particularmente no que se refere a estudos voltados à Química do ambiente e à remediação dos problemas sanitários e ambientais. Por outro lado e em menor número, entre os professores também foram identificadas compreensões de EPT, saneamento, meio ambiente e ensino de Química que perecem superar a perspectiva técnico-instrumental de formação, mostrando que nos cursos TSA/CA se pode avançar em direção a uma abordagem de temas mais significativos, a partir de um enfoque CTS, da educação dialógico-problematizadora e da perspectiva da prevenção defendida pela Química Verde. Para tanto, apontamos para a necessidade de se promover processos inter-IFS de formação continuada e/ou em serviço desses professores, particularmente os de Química, cujo eixo pedagógico-epistemológico seja explorar as complicações dos diferentes estilos de pensar a formação técnica em saneamento e controle ambiental, problematizando as visões reducionistas, acríticas e orientadas pela perspectiva técnico-instrumental, visando à construção do inédito-viável: a perspectiva crítico-transformadora.<br>Abstract : The Chemistry teaching in Technical courses in Environmental Sanitation/ Environmental Control, guided by the Freire's education assumptions and the STS approach, can be configured as a proposal that contributes to a better understanding and coping with health and environmental issues inherent to them. With this thesis, we aim to discuss the limits and the possibilities of knowledge and the practices disseminated by chemistry teachers in the technicians training processes, related to the professional education comprehension, environment, sanitation and Chemistry teaching, aiming the adoption of a criticaltransformative formation perspective. The methodological approach of our research included a panoramic investigation of chemistry scientific productions, related to sanitation, followed by an analysis of official documents and institutional courses investigated and, finally, semi-structured interviews with nine teachers of chemistry courses TSA/CA from six Federal Institutions, called: IFAC; IFPA; IFRN; IFSC; IFSudesteMG and IFTO. The qualitative information obtained was analyzed by following the Discursive Textual Analysis procedures, using, mainly, Paulo Freire's conception of transformative education and Ludwik Fleck's epistemological assumptions, particularly related to the intra and intercolective circulation of ideas and practices. Some situations-limit to the critical-transformative formations were identified, among them, the belief in the neutrality and objectivity afforded to the scientific and technological knowledge; the understanding of chemistry as focused on the health and environmental problems remediation (and so as the similarity on the understanding of sanitation as technical-instrumental measures, reinforcing actions towards basic sanitation); a naturalistic, anthropocentric and rational view of the environment and hygienist-preventative and conservative perspectives of the sanitation and environmental problems. We point to the existence of certain tunings between collectives of chemistry researchers and the EPT Chemistry teachers surveyed, particularly regarded to the studies focused on environmental chemistry and the health and environmental problems remediation. On the other hand and in smaller number, it was also identified a comprehension of among teachers, sanitations, environment and chemistry teaching that perish to overcome the technical instrumental formational approach, showing that in the courses TSA/CA a more relevant theme approach can be focused, starting with a STS approach, of the problematic-dialogical education and the preventive perspective defended by the Green Chemistry. Therefore, we point out the need of promoting inter-IFS continuous or in-service formation processes of those teachers, particularly the chemistry ones, whose epistemological pedagogical axis is to explore the complications in the different kinds of thinking of the sanitation techniques and environmental control, questioning the reductionist views, uncritical and guided by the technical-instrumental perspective, aiming at the construction of the untested viable: the critical-transforming perspective.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Florianópolis, 2012.
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103415
Data: 2012


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
317588.pdf 1.609Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar