A Construção curricular popular crítica no ensino de ciências naturais e suas implicações na prática docente

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A Construção curricular popular crítica no ensino de ciências naturais e suas implicações na prática docente

Mostrar registro completo

Título: A Construção curricular popular crítica no ensino de ciências naturais e suas implicações na prática docente
Autor: Stuani, Geovana Mulinari
Resumo: A presente pesquisa investiga o processo de Reorientação Curricular Popular Crítico no Ensino de Ciências, no município de Chapecó/SC, envolvendo as mudanças nas práticas pedagógicas dos professores, através da participação nesse processo. Para isso, explicita e contextualiza os pressupostos freireanos presentes nesse movimento de reorientação curricular na área de Ciências Naturais e busca identificar quais pressupostos freireanos foram incorporados pelos educadores no seu fazer pedagógico. A investigação configura-se como uma pesquisa qualitativa e os dados empíricos foram obtidos mediante a aplicação de instrumentos baseados em ilustrações e entrevista, assim como o estudo de documentos. O grupo investigado compõe-se de professores da área que atuam de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental. Os referenciais teóricos de análise são os estudos de Paulo Freire sobre a Educação Libertadora e as categorias elencadas são: dialogicidade, inédito-viável e repensar na ação. A pesquisa revelou algumas dificuldades por parte dos professores em trabalhar, a partir das falas significativas, seja em perceber a contribuição da área, seja na seleção dos conteúdos programáticos. Mas, de modo geral, as análises realizadas revelaram mudanças nas práticas dos professores, sendo que alguns princípios foram incorporados pela maioria, na prática cotidiana. Dentre eles, destaco a valorização dos saberes dos alunos, a relação entre a realidade e o conhecimento científico, a necessidade da interdisciplinaridade e do trabalho coletivo na ação docente. Porém, a prática pedagógica, via Tema Gerador, não se encontra mais na rede municipal de ensino de Chapecó, pois algumas condições necessárias à sua continuidade não se encontram à disposição. São elas: abertura para a pesquisa com a comunidade, acompanhamento pedagógico com momentos de estudo e aprofundamento, apoio das direções escolares, coletivo de professores coeso e resistente. O que se observa são iniciativas isoladas, na forma e resistência, por alguns professores em continuar trabalhando dialogicamente com seus alunos.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Florianópolis, 2010
URI: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103315
Data: 2013-07-16


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
281322.pdf 1.648Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar