Análise da relação entre as inundações e a evolução urbana na bacia do Ribeirão Forquilhas, São José/SC, no período de 1975 a 2011

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Análise da relação entre as inundações e a evolução urbana na bacia do Ribeirão Forquilhas, São José/SC, no período de 1975 a 2011

Mostrar registro completo

Título: Análise da relação entre as inundações e a evolução urbana na bacia do Ribeirão Forquilhas, São José/SC, no período de 1975 a 2011
Autor: Sánchez, Gerly Mattos
Resumo: Desastres relacionados à inundação são recorrentes na bacia do Ribeirão Forquilhas, situada em São José/SC, desde o início da sua ocupação urbana na década de 1970. Essa bacia constitui um setor urbano afetado por inundações ocasionadas tanto pelos condicionantes naturais e da ampla área de planície, quanto pelos impactos ambientais negativos causados pela expansão urbana e pela exposição de seus habitantes. Assim, pretende-se responder de que maneira a evolução urbana contribui para a ocorrência de inundações. Esta pesquisa busca relacionar os eventos ocorridos entre os anos de 1975 e 2011 com a evolução urbana e o regime pluviométrico da bacia. Realizou-se um levantamento histórico de registros de inundações no município, bem como um levantamento em campo a fim de identificar cotas dessas inundações. Foram levantadas as medidas preventivas adotadas para a mitigação dos impactos dos eventos. Analisou-se o regime de precipitações que deflagraram os processos de inundação registrados. Para avaliar a evolução urbana da área de estudo foram elaborados mapas de uso e ocupação da terra dos anos de 1978, 1995, 2001 e 2011. Os registros pesquisados resultaram em um inventário com 44 ocorrências, as quais compreendem o período de 36 anos (1975-2011). Neste intervalo verificou-se cerca 700 mil pessoas atingidas direta e indiretamente por eventos severos. Os maiores totais de afetados estão representados por episódios recentes, entre 2008 e 2011. Há, portanto, um incremento progressivo no total de danos humanos registrados na última década, período de elevado crescimento urbano na área de estudo. Ao considerar a recorrência das áreas inundadas em diferentes episódios foi possível estimar uma área sujeita à inundação aproximada na bacia, com extensão de 5,34 km², assim como identificar áreas frequentemente atingidas. A expansão urbana da bacia foi responsável por um forte processo de transformação ambiental, provocando sérios problemas socioambientais, levando ao agravamento dos danos oriundos das inundações. Embora grande parte do setor urbano não esteja urbanizada, devido ao uso de pastagens, não há instrumentos políticos que garantam uma ocupação futura de maneira adequada e preventiva, considerando o histórico de cheias da bacia.<br>Abstract : Flood-related disasters occur frequently in Ribeirão Forquilhas basin, located in São José / SC, since the beginning of its urban occupation in the 1970s. This drainage basin is an urban sector affected by floods caused both by natural conditions and wide area plain, and by the negative environmental impacts caused by urban expansion and exposure of its inhabitants. Thus, we intend to answer how urban development contributes to the occurrence of floods. This research aims to connect the events that occurred between the years of 1975 and 2011 with the urban evolution and the rainfall in the basin. Historical data on recorded floods in the municipality of São José / SC was collected, and a field survey was conducted in order to help identify the flood levels. Preventive actions adopted to mitigate the impacts of the events were raised. Records on the rainfall levels that preceded the recorded flooding processes were analyzed. In order to evaluate the urban evolution of the studied area, land use maps of 1978, 1995, 2001 and 2011 were elaborated. The collected records resulted in an inventory with 44 occurrences, which cover the period of 36 years (1975-2011). In the meantime there was about 700 000 people directly and indirectly affected by severe events. The largest affected in total are represented by recent episodes between 2008 and 2011. Therefore, there is a progressive increase in human damage recorded in the last decade, which represents a period of great urban growth in the studied area. By considering the recurrence of flooded areas in different episodes it was possible to estimate an approximate area subject to flood in the basin, which has 5.34 square kilometers, and identify frequently affected areas. Urban expansion in the basin accounted for a strong environmental transformation process, causing serious social and environmental problems and leading to worsening of the damage arising from the floods. While much of the urban sector is not urbanized due to the use of grassland, there are no policy instruments to ensure an adequate and preventive future occupation that considers the history of the basin floods.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2015.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/157286
Data: 2015


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
336547.pdf 35.50Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Compartilhar