Efeito do programa de aquecimento "FIFA 11+"na capacidade de sprints repetidos, agilidade e parâmetros neuromusculares de atletas de futebol

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Efeito do programa de aquecimento "FIFA 11+"na capacidade de sprints repetidos, agilidade e parâmetros neuromusculares de atletas de futebol

Mostrar registro completo

Título: Efeito do programa de aquecimento "FIFA 11+"na capacidade de sprints repetidos, agilidade e parâmetros neuromusculares de atletas de futebol
Autor: Silva, José Raphael Leandro da Costa
Resumo: Introdução. Algumas propostas de treinamento preventivo vêm sendo adotadas e estudadas a fim de reduzir o número de lesões no futebol, dentre essas, o programa de aquecimento ?FIFA11+? tem ganho destaque, pois estudos apontaram possíveis benefícios para a performance dos atletas. Deste modo, este estudo objetivou investigar os efeitos de nove semanas de intervenção com o programa ?FIFA11+? nos parâmetros neuromusculares de atletas de futebol. Método. Participaram do estudo 20 atletas de futebol separados aleatoriamente em grupo intervenção (G11+) e grupo controle (GC). A intervenção ocorreu três vezes por semana, durante nove semanas (27 sessões). Foram avaliados, no dinamômetro isocinético, os Picos de Torque (PT) dos flexores (FLE) e extensores (EXT) dos joelhos e inversores (INV) e eversores (EVE) do tornozelo, nos modos concêntrico e excêntrico, dos membros dominantes e não dominante. Na plataforma de força, foram mensuradas as alturas dos saltos verticais countermovimente jump (CMJ) e squat jump (SJ). Para avaliar a capacidade de realizar sprints repetidos (CSR) foi utilizado um protocolo de 40m (20m+20m) e para avaliar a agilidade (Agi) foi utilizado o Illinois Agility Test. Nestes dois últimos protocolos foram mensurados o melhor tempo (CSRMT e AgiMT) e a média dos tempos (CSRTM e AgiTM) de execução. As variáveis foram comparadas no momento Pré- e Pós-intervenção através de uma análise de variância modelo misto (ANOVA mixed model) com post hoc de Bonferroni. Adicionalmente foi calculado o Effect Size (ES), a melhora absoluta, e o percentual de melhora das variáveis para identificar a magnitude dos efeitos do treinamento. Resultados. O G11+ apresentou diferenças significativas Pré- e Pós- em quase todas as variáveis avaliadas, e a interação grupo x tempo também teve o mesmo comportamento. Os resultados mais relevantes dos PT dos flexores e extensores dos joelhos foram um aumento o substancial da capacidade de produção de força do G11+ nos membros dominantes14(EXTcon180°/s; FLEcon60°/s FLEcon180°/s; FLEexc60°/s; FLEexc180°/s (p<0,001)), e não dominante (EXTcon60°/s; EXTcon180°/s; FLEcon60°/s; FLEcon180°/s; FLEexc60°/s; FLEexc180°/s (p<0,001)). O PT dos inversores e eversores do tornozelo do G11+ apresentou melhora no membro dominante, (EVcon60°/s EVcon120°/s EVexc120°/s, INVcon120°/s, INVexc60°/s INVexc120°/s (p<0,05)) e no não dominante ((EVcon60°/s EVcon120°/s EVexc120°/s INVexc60°/s INVexc120°/s (p<0,05)). Os resultados dos saltos verticais, agilidade e CSR apresentaram também diferenças significativas Pré- e Pós-intervenção e interações grupo x tempo, com superioridade do G11+ no CMJ (p<0,05; ES=1,47; 5,2cm; 10,19%), SJ (p<0,01; ES= 1,97; 5,34cm; 11,44%), CSRMT (p<0,05; ES= 1,75; -0,35s; 5,1%), CSRTM (p<0,05; ES= 2,35; -0,53s; 6,76%), AgiMT (p<0,001; ES= 2; -0,95s; 6,33%), AgiTM (p<0,001; ES= 2,05; -0,88s; 5,47%). Conclusão. É possível concluir que nove semanas de intervenção com o programa de aquecimento ?FIA11+? foi capaz de promover alterações neuromusculares consideráveis no G11+, a ponto de melhorar a performance em testes específicos, confirmando a hipótese inicial embasada na literatura. Acredita-se que esta melhora se deu devido ao aumento da produção de força dos membros inferiores e do maior controle neuromuscular promovido pela realização e progressão dos exercícios do programa. Sendo assim, o ?FIFA11+? pode ser considerado uma rotina de trabalho importante no processo de formação e treinamento de atletas de futebol.<br>Abstract : Introduction. Some preventive training proposals have been adopted and studied to help reduce the incidence of injuries in soccer, among these the heating program "FIFA11 +" has gained prominence because studies have indicated possible benefits to the performance of athletes. Thus, this study aimed to investigate the effects of nine weeks of intervention with the "FIFA11 +" in neuromuscular parameters of soccer players. Method. Twenty soccer players grouped randomly into intervention group (G11 +) and control group (CG). The intervention occurred three times a week for nine weeks (27 sessions). Isokinetic dynamometer peak torques (PT) of flexor (FLE) and extensors (EXT) of the knees and inverter (INV) and eversion (EVE) of ankle in concentric and eccentric modes of dominant and non-dominant were evaluated. A plataform force measured the heights of vertical jumps in countermovimente jump (CMJ) and squat jump (SJ). To evaluate the ability of performing repeated sprints (RSA) we used the 40m protocol (20m + 20m) and to assess Agility (Agi ) we used the Illinois Agility Test. Through these last two protocols were measured the shortest time (RSAST and AgiST) and mean time (RSAST and AgiTM) execution. Variables were compared at the time Pre- and Post-intervention through a mixed model analysis of variance (mixed model ANOVA) with post hoc Bonferroni. In addition, we calculated the Effect Size (ES), the absolute improvement, and the percentage of improvement of variables for identification of their magnitude of effects of training. Results. G11 + presented significant differences Pre- and Post in almost all variables, and the group x time interaction also had the same behavior. The most relevant results of the PT of flexors and extensors of the knees were increased the substantial of force production capacity of the G11 + in dominant members (EXTcon180 ° / s; FLEcon60 ° / s FLEcon180 ° / s; FLEexc60 ° / s; FLEexc180 ° / s (p <0.001)) and non-dominant (EXTcon60 ° / sec; EXTcon180 ° / sec; FLEcon60 ° / sec; FLEcon180 ° / sec; FLEexc60 ° / sec; FLEexc180 ° / s (p <0.001)). For PT of ankle eversion inverters, G11 + showed improvement in dominant limb, (EVcon60 ° / s EVcon120 ° / s EVexc120 ° / s, INVcon120 ° / s, INVexc60 ° / s INVexc120 ° / s (p <0.05 )) and in non-dominant ((EVcon60 ° / s EVcon120 ° / s EVexc120 ° / s INVexc60 ° / s16INVexc120 ° / s (p <0.05)). Results of vertical jumps, agility and CSR also showed significant differences pre- and post-intervention and group x time interactions with superiority to G11 + CMJ (p <0.05; ES = 1.47; 5.2cm; 10.19%), SJ (p <0.01; ES = 1.97 5,34cm; 11.44%) RSAST (p <0.05; ES = 1.75; -0,35s; 5.1%), RSATM (p <0.05; ES = 2.35; -0,53s; 6.76%) AgiST (p <0.001; ES = 2; -0,95s; 6.33%) AgiTM (p <0.001; ES = 2.05; -0 , 88s, 5.47%). Conclusion. It was concluded that nine weeks of intervention with heating program "FIFA11 +" were able to promote significant changes in neuromuscular G11+ as to improve specific performance test, confirming the initial hypothesis grounded in the literature. We believe that this improvement was due to increased force production of lower limbs and greater neuromuscular control promoted by the program and exercises progression. Thus "FIFA11 +" can be considered an important work routine in the formation and training of soccer players.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, 2015.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/134677
Data: 2015


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
334054.pdf 1.779Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar