Avaliação da toxicidade de água submetida ao processo de eletroflotação com eletrodos de titânio DSA®

DSpace Repository

A- A A+

Avaliação da toxicidade de água submetida ao processo de eletroflotação com eletrodos de titânio DSA®

Show full item record

Title: Avaliação da toxicidade de água submetida ao processo de eletroflotação com eletrodos de titânio DSA®
Author: Leme, Júlia de Azevedo Silva
Abstract: A elevada biomassa de cianobactérias presente em reservatórios destinados ao abastecimento humano reflete grandes dificuldades no tratamento de água, uma vez que esses microrganismos não são facilmente removidos em sistemas de tratamento convencionais. Esse é o caso da Lagoa do Peri, em Florianópolis, onde cianobactérias, principalmente da espécie Cylindrospermopsis raciborskii, são naturalmente abundantes. Nesse sentido, a eletroflotação se apresenta como uma alternativa para a remoção dos organismos do meio aquoso por meio de processo eletrolítico. Este trabalho teve como objetivo avaliar a toxicidade da água após o processo de eletroflotação utilizando eletrodos do tipo DSA® (Ti/Ru0,3Ti0,7O2), a fim de se investigar possíveis consequências do próprio tratamento sobre a qualidade da água. As análises de toxicidade foram realizadas através de ensaios de fitotoxicidade sobre os aspectos germinativos e crescimento inicial de sementes de alface (Lactuca sativa) com amostras de água ao longo de 6 horas de eletroflotação. Também foram conduzidas análises complementares de temperatura, pH, turbidez, cor, condutividade elétrica e contagem de cianobactérias. Os resultados apontaram a remoção média de 85% de indivíduos de cianobactérias da água. Por outro lado, o tratamento também promoveu o aumento da turbidez e cor aparente em média de 174% e 51%, respectivamente. Em relação à fitotoxicidade, observou-se coeficientes de variação (CV) considerados muito altos, sendo 32% para o crescimento da radícula e 21% para altura dos hipocótilos, valores que indicam baixa precisão dos resultados. Apesar disso, as sementes de Lactuca sativa se mostraram pouco sensíveis para amostras de água eletroflotada. Em relação a taxa de germinação, não foram observados valores indicativos de toxicidade em nenhuma das amostras. No entanto, os resultados sugerem um efeito inibitório no desenvolvimento das plântulas após a primeira hora de operação, em que se verificou em média 30% de inibição para radícula e aumento para 11% na inibição do hipocótilo, o que pode indicar a ocorrência de processos oxidativos durante a eletroflotação, levando a formação de subprodutos tóxicos ou favorecendo o processo de lise celular e consequente liberação de cianotoxinas na água. No entanto, o próprio tratamento apresentou valores reduzidos de inibição após as 6 horas de operação.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/211725
Date: 20-08-13


Files in this item

Files Size Format View
TCC Julia Leme.pdf 1.364Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar