Análise de indicadores de conforto térmico a partir de métodos adaptativos em uma planta piloto bioclimática

DSpace Repository

A- A A+

Análise de indicadores de conforto térmico a partir de métodos adaptativos em uma planta piloto bioclimática

Show full item record

Title: Análise de indicadores de conforto térmico a partir de métodos adaptativos em uma planta piloto bioclimática
Author: Prado, Marina Santos
Abstract: O conforto térmico é um estado ou condição de sentir satisfação com o ambiente térmico circunjacente, e é classificado entre as condições mais importantes para melhorar o conforto e o bem-estar dos ocupantes com o ambiente interno. O modelo adaptativo analisa os indivíduos como agentes ativos que buscam dinamicamente o seu conforto térmico, por meio de mudanças das variáveis de um ambiente. O objetivo deste trabalho é avaliar o conforto térmico utilizando métodos adaptativos de ambientes naturalmente ventilados em uma planta piloto bioclimática localizada no Centro de Ciências, Tecnologias e Saúde da Universidade Federal de Santa Catarina em AraranguáSC. Foram feitos levantamentos de campo de variáveis microclimáticas (temperatura do ar e umidade relativa), individuais (taxa metabólica e isolamento térmico da vestimenta) e subjetivas (sensibilidade, preferência e aceitabilidade térmica). Para coleta das variáveis individuais e subjetivas realizou-se a aplicação de questionários aos ocupantes em períodos distintos do ano, considerando períodos de calor e frio. A partir dos votos obtidos nos questionários foi feito uma análise da sensibilidade, preferência e aceitabilidade térmica dos ocupantes de acordo com dados de temperatura interna e externa obtidos no momento dos votos, relacionando com a taxa metabólica e a vestimenta dos mesmos. O presente trabalho mostrou uma maior adaptabilidade ao ambiente térmico dos indivíduos pesquisados, apresentando uma temperatura de conforto na faixa de 15ºC a 20ºC para votos de sensação térmica neutra e uma faixa de 11ºC a 19ºC para votos de sensação térmica.Thermal comfort is a state or condition of satisfaction with the surrounding thermal environment, and is ranked among the most important conditions for imporving occupant comfort and well-being with the interior environment. The adaptative model analyzes individuals as activve agentes that dynamically seek their thermal comfort by changing the variables of an environment. The objective of this work is to investigate the applicability of the adaptive model of termal comfort analysis in naturally ventilated environments in a bioclimatic pilot plant located at the Center of Science, Technology and Health of the Federal University of Santa Catarina in Araranguá-SC. Field surveys of variables were made as microclimatic (air temperature and relative humadity), individual (metabolic rate and termal insulation of the clothing) and subjective (sensitivity, preference and termal acceptability). To collect individual and subjective variables, questionnaires were applied to occupants at diferente period of the year, considering periods of the hot and cold. From the votes obtained in the questionnaires, na analysis of the occupants’ sensitivity, preference and thermal acceptability was made according to internal and external temperature data obtained at the time of the votes, relating to their metabolic rate and clothing. The presente work showed a greater adaptability of the surveyed individuals, presenting a comfort temperature in the range of 15 to 20ºC for neutral thermal votes and a range of 11 to 19ºC for “slightly cold” and “slightly hot” thermal votes.
Description: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Campus Araranguá. Engenharia de Energia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/203418
Date: 2019-11-01


Files in this item

Files Size Format View Description
TCC CONFORTO TÉ ... INAL - Marina Prado V2.pdfBlocked 2.770Mb PDF View/Open TCC

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar