O enfermeiro recém-formado em unidade de terapia intensiva adulto: entre desafios teóricos e práticos da profissão

DSpace Repository

A- A A+

O enfermeiro recém-formado em unidade de terapia intensiva adulto: entre desafios teóricos e práticos da profissão

Show full item record

Title: O enfermeiro recém-formado em unidade de terapia intensiva adulto: entre desafios teóricos e práticos da profissão
Author: Galindo, Isis da Silva
Abstract: O começo da jornada laboral do enfermeiro é cercado de ansiedade por parte do profissional, são inúmeras expectativas que recaem sobre essa experiência, porém, muitas destas expectativas estão sobre o profissional que ingressa nos serviços de saúde, se irão se adaptar, se irão aprender, se irão permanecer. Nas últimas décadas, houve um aumento do número de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), o crescimento do número hospitais da iniciativa privada, gerando uma rotatividade e grande demanda por profissionais de enfermagem. Esse aumento faz com que o mercado absorva profissionais recém-formados, sem especialização e experiência, o que precisa de atenção no que diz respeito às especialidades, como é o caso das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). As UTIs são centros altamente especializados, com equipe e equipamentos diferenciado, além de uma rotina dinâmica e pacientes com alto grau de vulnerabilidade. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi conhecer a experiência de enfermeiros (as) que iniciaram sua atuação profissional na UTI, e a influência da formação em sua atuação profissional. Trata-se de um estudo descritivo exploratório de natureza qualitativa, participaram do estudo 20 enfermeiros, as regiões Norte, Sul e Sudeste, para coleta de dados os participantes responderam a um instrumento semiestruturado, os dados foram analisados por meio da proposta de Bardin. Os resultados obtidos foram tratados e analisados com software Etnhograph 6.0, chegando a 197 códigos, 45 subcategorias que foram agrupadas em outras 26 e após a reorganização obteve-se um total de sete categorias, essas categorias por sua vez, foram agrupadas em dois temas para responder aos objetivos do estudo. Os dois temas foram organizados e estão apresentados em dois manuscritos: A experiência do enfermeiro em sua atuação profissional na UTI e Caminhos para o enfermeiro intensivista: ensino e prática de cuidado . O primeiro manuscrito mostra a experiência do profissional que tem o início da sua carreira como enfermeiro na UTI, sua percepção sobre o ambiente os processos de trabalho e os integrantes da equipe e como tudo se relacionou durante esse primeiro contato. Além das dificuldades enfrentadas durante esse período e o que foi feito para superar esses problemas que tiveram repercussão emocional. O segundo manuscrito, trouxe uma reflexão pelos participantes acerca dos caminhos a serem seguidos para torna-se bons profissionais de terapia intensiva e seus apontamentos foram em direção do estudo constante, a especialização como fundamental e a residência como a mais efetiva de todas as estratégias. Os resultados mostram entre outras, que a formação deve atribuir subsídios para o desenvolvimento de competências, associar a teoria com a prática, significar conteúdos de situações não vivenciadas, e assim auxiliar o enfermeiro pouco experiente a desenvolver novas competências e a solucionar sozinhos problemas inéditos para ele.Abstract : The beginning of the nurse's workday is surrounded by anxiety on the part of the professional, there are innumerable expectations that fall on this experience, however, many of these expectations are about the professional that enters the health services, if they will adapt, if they will learn, if they will remain. In the last decades, there has been an increase in the number of users of the Unified Health System (SUS), the growth in the number of private hospitals, generating a turnover and great demand for nursing professionals. This increase allows the market to absorb newly trained professionals, without specialization and experience, which needs attention in the specialties, as is the case of Intensive Care Units (ICUs). The ICUs are highly specialized centers, with differentiated equipment and equipment, as well as a dynamic routine and patients with a high degree of vulnerability. In this sense, the objective of this study was to know the experience of nurses who started their professional activity in the ICU and the influence of the training on their professional performance. This was an exploratory descriptive study of a qualitative nature. Twenty nurses, the North, South and Southeast regions participated in the study. Data were collected and the participants responded to a semi-structured instrument. Data were analyzed using Bardin's proposal. The results were treated and analyzed with Etnhograph 6.0 software, reaching 197 codes, 45 subcategories and 7 categories, divided into two themes to meet the objectives of the study. The two themes have been organized and are presented in two manuscripts: "The experience of nurses in their professional work in the ICU" and "Paths and possibilities for the nurse intensivist: teaching and practice of care". The first manuscript shows the experience of the professional who has the beginning of his career as a nurse in the ICU, his perception about the environment work processes and the team members and how everything was related during that first contact. Besides the difficulties faced during this period and what was done to overcome those problems that had emotional repercussions. The second manuscript brought a reflection by the participants about the paths to be followed to become good intensive care professionals and their notes went towards constant study, specialization as fundamental and residence as the most effective of all strategies. The results show, among other things, that training should assign subsidies for the development of competencies, associate theory with practice, signify contents of situations not experienced, and thus help the experienced nurse to develop new skills and solve unprecedented problems alone.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/190638
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View
PNFR1051-D.pdf 1.514Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar