A qualidade de vida em idosos usuários de próteses auditivas com adaptação aberta e retroauriculares

DSpace Repository

A- A A+

A qualidade de vida em idosos usuários de próteses auditivas com adaptação aberta e retroauriculares

Show full item record

Title: A qualidade de vida em idosos usuários de próteses auditivas com adaptação aberta e retroauriculares
Author: Wasserberg, Tábita Hanna
Abstract: Introdução: A audição exerce grande influência na qualidade de vida do idoso, e visando melhorar a sua capacidade comunicativa, faz-se necessária a reabilitação desta capacidade, por meio do uso da prótese auditiva. Visando atender, minimizar e suprir as necessidades de indivíduos com perda auditiva de configuração descendente, no caso da presbiacusia, foi desenvolvido um novo modelo para a adaptação da prótese auditiva conhecido como adaptação aberta. Este modelo de prótese não necessita da utilização de molde auricular e o som é transmitido ao meato acústico externo através de um micro-tubo acoplado a uma pequena oliva. A literatura recomenda a utilização de medidas subjetivas, como questionários para entender o processo de adaptação com as próteses auditivas. O questionário WHOQOL-bref tem sido recomendado para avaliar a qualidade de vida e tem sido utilizado mundialmente, pois foi criado dentro de uma escala com perspectiva transcultural. Objetivo: Comparar a qualidade de vida dos idosos usuários de próteses auditivas retroauriculares com os usuários de próteses auditivas com adaptação aberta. Metodologia: Participaram deste estudo 12 idosos, com faixa etária de 60 a 82 anos, sendo seis do gênero masculino e seis do gênero feminino. Em relação ao tipo de adaptação sete foram adaptados com próteses retroauriculares s e cinco com próteses mini-retroauriculares com tubo fino e oliva aberta. A pesquisa foi realizada em dois Serviços de Atenção à Saúde Auditiva e duas empresas particulares localizadas na cidade de Florianópolis. Foram entrevistados idosos entre seis meses e um ano após a adaptação das próteses auditivas, sendo aplicado o questionário Abreviado de Avaliação da Qualidade de Vida (WHOQOL-bref) e questionário de uso e manutenção da prótese auditiva realizado pela própria autora. Resultados: Verificou-se que os usuários de próteses auditivas retroauriculares e com adaptação aberta apresentaram, os respectivos resultados, por domínio avaliado do WHOQOL-bref: físico 62,76 e 74,29; psicológico 65,1 e 76,39, relações sociais 63,1 e 75,00, meio ambiente 64,95 e 70,63. Em relação ao gênero, as mulheres apresentam os seguintes resultados: físico 74,4, psicológico 76,39, relações sociais 72,22 e meio ambiente 72,4. Já os homens apresentaram os respectivos resultados: físico 63,54, psicológico 65,28, relações sociais 65,28 e meio ambiente 65,28. Conclusão: Foi possível concluir que os idosos usuários de prótese auditiva com adaptação aberta apresentaram uma melhor qualidade de vida em todos os domínios avaliados, que os idosos usuários de prótese auditiva retroauricular.Introduction: Hearing has great influence on the quality of life of the elderly, and to improve their ability to communicate, it is necessary rehabilitation of this capability through the use of hearing aids. Seeking to assist, minimize and fulfill the needs of individuals with downward-sloping hearing loss, in the case of presbycusis a new model of hearing aid fitting known as open fit has been developed. This hearing aid model does not require the use of ear mold and the sound is transmitted to the ear canal through a micro-tube attached to a small olive. The literature recommends the use of subjective measures such as questionnaires to understand the adaptation process of hearing aids. The WHOQOL-BREF questionnaire has been recommended to assess the quality of life and has been used worldwide, since it was created in a scale with cross-cultural perspective. Objective: To compare the quality of life of elderly who are BTE hearing aid users with open fit hearing aid users. Methodology: The study included 12 elderly, aged between 60-82 years, six males and six females. Regarding the type of adaptation, seven BTE hearing aids and five mini-BTE hearing aids with slim tube and open olive were fitted. The research was conducted in two Hearing Health Care Services and two private companies located in the city of Florianópolis. Respondents were interviewed between six months and one year after the hearing aid fitting, trough the WHO Quality of Life questionnaire (WHOQOL-bref) and the “Use and Maintenance of Hearing Aids” questionnaire developed by the author. Results: It was found that BTE hearing aids users and open fit BTE users presented the following results for each domain of WHOQOL-BREF: physical health 62,76 - 74,29; psychological 65,1 - 76,39, social relationship 63,1 - 75,00, environment 64,95 - 70,63. Regarding gender, women showed as results: physical 74,4, psychological 76,39, social relationships 72,22 and environment 72,4. In contrast, men presented their results: physical health 63,54, psychological 65,28, social relationships 65,28 and environment 65,28. Conclusion: It was concluded that the elderly users of open fit hearing aids users presented better quality of life in all domains assessed when compared to regular BTE hearing aids.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde.Fonoaudiologia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/115317
Date: 2013-11-05


Files in this item

Files Size Format View
TCC PRONTO dez 2013.pdf 1.286Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar