O ato de dizer na esfera escolar: reverberações do ideário histórico-cultural no ensino da produção textual escrita

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

O ato de dizer na esfera escolar: reverberações do ideário histórico-cultural no ensino da produção textual escrita

Mostrar registro completo

Título: O ato de dizer na esfera escolar: reverberações do ideário histórico-cultural no ensino da produção textual escrita
Autor: Correia, Karoliny
Resumo: Esta pesquisa tem como tema o ensino da produção textual escrita nas seriações de sexto a nono ano, tendo como delimitação temática possíveis reverberações ? na ação docente histórica e socialmente situada e nas percepções dos professores participantes deste estudo sobre sua própria ação ? do ideário teórico-epistemológico de base histórico-cultural. Nesse enfoque, este estudo estruturou-se para responder à seguinte questão geral de pesquisa: Tendo em vista as propostas de reformulação do ensino de Português, debatidas intensamente a partir da década de 1980 ? e que estamos vinculando aqui ao que nomeamos ideário teórico-epistemológico de base histórico-cultural ?, que reverberações é possível depreender nas ações e nas percepções docentes nos / sobre os processos de elaboração didática empreendidos no ensino da produção textual escrita, em se tratando dos professores participantes desta pesquisa? Nosso objetivo foi descrever analiticamente as possíveis reverberações do ideário teórico-epistemológico de base histórico-cultural nas ações e percepções docentes acerca das elaborações didáticas do ensino da produção textual escrita. Para tal propósito, valemo-nos do simpósio conceitual (CERUTTI-RIZZATTI; MOSSMANN; IRIGOITE, 2012), sobretudo no que toca teorizações de base bakhtiniana, vigotskiana e estudos do letramento, e do conceito de elaboração didática (HALTÉ, 2008 [1998]) como iluminadores da análise dos dados gerados. Tal pesquisa consistiu em um estudo de caso (YIN, 2005) do tipo etnográfico (ANDRÉ, 2010 [1995]) com abordagem qualitativa interpretativista (MASON, 1996) realizada com duas participantes de pesquisa ? professoras das seriações finais do ensino fundamental ? em uma escola da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis no ano de 2012. Os dados foram gerados a partir de instrumentos como a observação participante, notas em diário de campo, entrevistas e pesquisa documental. Os resultados sinalizam materialização de ecos do ideário histórico-cultural nas ações e percepções das professoras participantes deste estudo, os quais tendem a se configurar como parte da sincretização (HALTÉ, 2008 [1998]) de teorizações distintas e conhecimentos que têm lugar na esfera escolar, processo motivado, sobretudo, pela ancoragem em materiais didáticos, paradidáticos e documentos de parametrização do ensino. Entendemos, enfim, haver no espaço escolar em que realizamos este estudo um movimento em favor da consolidação, ainda em construção, de um trabalho convergente com o ideário histórico-cultural. <br>
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2013.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107098
Data: 2013


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
318934.pdf 9.945Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar