Método para a gestão do conhecimento em iniciação científica segundo os pressupostos da ontopsicologia

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Método para a gestão do conhecimento em iniciação científica segundo os pressupostos da ontopsicologia

Mostrar registro simples

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Luz Filho, Silvio Serafim da pt_BR
dc.contributor.author Mendes, Adriane M. Moro pt_BR
dc.date.accessioned 2012-10-24T10:50:12Z
dc.date.available 2012-10-24T10:50:12Z
dc.date.issued 2009
dc.date.submitted 2009 pt_BR
dc.identifier.other 270186 pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/92652
dc.description Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009 pt_BR
dc.description.abstract Sociedades intensivas em conhecimentos necessitam de novos modelos para a formação de recursos humanos, baseadas em metodologias do tipo life long learning. A formação de jovens pesquisadores necessita incorporar a cultura da Gestão do Conhecimento como forma de desenvolvimento da pesquisa cientifica no país. O principal programa de formação de jovens pesquisadores no Brasil é, atualmente, o Programa Institucional de Iniciação Científica do CNPq. Para conhecer os aspectos objetivos e subjetivos da iniciação científica, selecionou-se duas Instituições Federais de Ensino Superior brasileiras, sendo essas a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Federal de Santa Maria e, através de questionários e entrevistas, buscou-se aprofundar o entendimento do processo de formação do jovem pesquisador através do convívio com um pesquisador experiente. Os resultados demonstraram que a participação do jovem na Iniciação Científica representa uma experiência que envolve a aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes, a maioria dessas úteis à vida acadêmica do jovem também fora do âmbito da pesquisa. Entretanto, os resultados também demonstraram que o modelo utilizado não possui ênfase no desenvolvimento subjetivo do jovem pesquisador, o que caracteriza o processo como mais técnico que formativo. Frente aos resultados obtidos e utilizando-se do referencial teórico-metodológico da Ontopsicologia, desenvolveu-se um método complementar para a Iniciação Científica, que incorpora às etapas tradicionais de Gestão do Conhecimento o desenvolvimento da subjetividade do jovem pesquisador, de modo que as atitudes sejam integradas na personalidade segundo um critério específico e com possibilidade de atualização continuada do tipo life long learning. pt_BR
dc.format.extent 173 p.| il., grafs, tabs. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.publisher Florianópolis pt_BR
dc.subject.classification Gestão do conhecimento pt_BR
dc.subject.classification Iniciação cientifica pt_BR
dc.subject.classification Ontopsicologia pt_BR
dc.title Método para a gestão do conhecimento em iniciação científica segundo os pressupostos da ontopsicologia pt_BR
dc.type Tese (Doutorado) pt_BR


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
270186.pdf 1.452Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar