A sociologia no ensino médio, o material didático e a categoria trabalho

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A sociologia no ensino médio, o material didático e a categoria trabalho

Mostrar registro completo

Título: A sociologia no ensino médio, o material didático e a categoria trabalho
Autor: Coan, Marival
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar a categoria trabalho, à luz da compreensão marxista e seu entendimento no campo da educação, particularmente a abordagem feita nos livros didáticos, paradidáticos e outros materiais utilizados para o ensino de Sociologia no ensino médio. Inicialmente, apresenta-se um panorama situando a Sociologia no ensino médio brasileiro, sua historicidade em relação ao desenvolvimento histórico-social da sociedade brasileira; especialmente sua relação com as formas de pensamento e da educação. A presença da sociologia na educação brasileira de nível médio se deu e ainda se dá de modo muito instável e difuso. Muitas vezes, trata-se mais de uma ausência que efetivamente de uma presença. Também, não basta estar presente nos currículos; não pode ser uma presença qualquer, o desafio para o estudo e o ensino da Sociologia está posto nos dias atuais de modo semelhante ao seu nascedouro: ser matéria para legitimação da ordem ou para sua crítica e superação. O ponto seguinte apresenta a discussão acerca da política e utilização dos livros didáticos, bem como de outros materiais. A política para o livro didático no Brasil vem sendo implementada desde o final do primeiro quartel do século XX, envolvendo uma grande quantidade de recursos públicos e sua utilização é bastante diversificada, vale destacar sua grande utilização como recurso pedagógico, aliás, muitas vezes o único, o que exige muitos cuidados para se evitar reducionismos e/ou dominações ideológicos. O ponto seguinte exibe a categoria trabalho nos livros didáticos e outros materiais utilizados para o ensino da Sociologia. Serão mostrados seis blocos desses materiais, assim distribuídos: 1) livros didáticos de nível médio para o ensino da Sociologia - temáticos; 2) livros didáticos de nível médio para o ensino da Sociologia - não temáticos; 3) livros didáticos de outras disciplinas, utilizados no ensino da Sociologia; 4) livros didáticos de introdução à Sociologia - ciclo básico universitário; 5) livros paradidáticos; 6) outros textos; 7) dicionários especializados. No final será apresentado um panorama geral desses materiais. Por último tem-se a categoria trabalho. Essa categoria é muito nebulosa, cada arcabouço teórico tem um conjunto de explicações. Mesmo no interior do marxismo, há posições diversas. Apresentar-se-á o trabalho em seu sentido geral ou ontológico como eterna necessidade humana, independente da forma social, em seguida, algumas considerações acerca do trabalho na concepção de Marx a partir do capital, procurando-se aprofundar mais o trabalho concreto, útil, o trabalho abstrato e o trabalho produtivo de capital. Ainda a respeito da compreensão do trabalho em Marx, tentar-se-á mostrar alguns elementos para a compreensão do trabalho alienado/estranhado. Em seguida, far-se-á uma abordagem do gerenciamento e reestruturação do processo produtivo, bem como do processo de trabalho e a questão do trabalho como princípio educativo e da centralidade do trabalho. Em remate, nas considerações finais, estabelecerá um diálogo entre os autores dos materiais didáticos analisados com os autores clássicos, sobremaneira, Karl Marx e outros autores marxista, bem como, apontar outras perspectivas para o ensino da Sociologia.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88263
Data: 2006


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
230926.pdf 1.985Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar