Experiências da agricultura sustentável no Rio Grande do Sul: estudo de caso nos municípios Cerro Grande do Sul, Ibarama, Maquiné, Montenegro, Sobradinho

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Experiências da agricultura sustentável no Rio Grande do Sul: estudo de caso nos municípios Cerro Grande do Sul, Ibarama, Maquiné, Montenegro, Sobradinho

Mostrar registro completo

Título: Experiências da agricultura sustentável no Rio Grande do Sul: estudo de caso nos municípios Cerro Grande do Sul, Ibarama, Maquiné, Montenegro, Sobradinho
Autor: Sánchez, Carmen Elena Bermúdez
Resumo: Há várias vertentes que perseguem a harmonização entre as atividades produtivas e a natureza, entre as quais se encontra a agricultura sustentável, que é o eixo deste trabalho. Seu objetivo é caracterizar e analisar a situação de 17 unidades de produção sustentável e seus atores sociais em cinco municípios do Rio Grande do Sul (Cerro Grande, Ibarama, Maquiné, Montenegro e Sobradinho), apontando seus entraves, potencialidade e oportunidades. A análise foi baseada na pesquisa de campo realizada com agricultores familiares dedicados a práticas agrícolas sustentáveis, além de outros atores sociais, como técnicos e profissionais da área. Na metodologia, teve-se em conta o abordagem sistêmica na estruturação das entrevistas. A coleta dos dados fez-se através de entrevistas semi-estruturadas com agricultores, técnicos e profissionais na área pesquisada, combinando-se os dados e a análise quantitativa e qualitativa das informações coletadas. Foram organizados e analisados os componentes socio-econômicos, ténico-agronômicos, econômicos, ecológicos e políticos-instituicionais da realidade investigada. Os principais fundamentos teóricos utilizados na análise incluem a agricultura de base familiar e suas características, bem como as práticas, técnicas e os processos que identificam a agricultura sustentável. O trabalho de campo analisou as condições em que se desenvolvem as atividades produtivas nas unidades pesquisadas, além do desempenho e o grau de satisfação dos agricultores nestas atividades e a participação dos técnicos e profissionais. Através da análise dos referidos dados. Entre vários outros aspectos, constatou-se que acima de 65% das unidades de produção investigadas apresentam viabilidade econômica, embora parte delas ainda utilize, além das práticas alternativas, o sistema de produção convencional. Identificou-se, assim, a persistência de vários problemas, os quais considera-se que sejam ocasionados, em parte, pela falta de planejamento nas unidades produtivas e, em parte pela falta de pesquisas na área. Um último aspecto bastante importante nesse quadro é o apoio que o governo de Estado vem dando a esta agricultura, através de programas de capacitação, financiamento à produção e à industrialização dos produtos.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/83277
Data: 2002


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
188788.pdf 1.343Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar