Conversational strategies in EFL setting: gender X floor domination

DSpace Repository

A- A A+

Conversational strategies in EFL setting: gender X floor domination

Show simple item record

dc.contributor Universidade Federal de Santa Catarina pt_BR
dc.contributor.advisor Heberle, Viviane Maria pt_BR
dc.contributor.author Rosa, Márcia de S. Thiago pt_BR
dc.date.accessioned 2012-10-18T06:05:56Z
dc.date.available 2012-10-18T06:05:56Z
dc.date.issued 2001
dc.date.submitted 2001 pt_BR
dc.identifier.other 188704 pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/79635
dc.description Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente. pt_BR
dc.description.abstract Este estudo examina como se desenvolve a conversação em sala de aula numa escola particular de inglês. Seguindo os passos de uma pesquisa desenvolvida por Bergvall & Remlinger (1996) na Universidade Tecnológica em Michigan e com base na teoria sobre linguagem e gênero e sobre os papéis que o gênero ocupa em sala de aula, descrevo alguns exemplos de conversação ocorridos em sala e identifico estratégias e comportamentos usados pelos alunos. No desenvolvimento desta pesquisa focalizei minha atenção na identifição de papéis tradicionais de gênero masculino e feminino em salas de EFL (inglês como língua estrangeira). A fim de tirar conclusões sobre a participação dos estudantes, utilizei métodos quantitativos e qualitativos. Através do método quantitativo, observei que os participantes do sexo feminino ocupavam menos espaço em conversações do que os participantes do sexo masculino. Porém, sabendo que a simples contagem de palavras dos alunos e alunas não é suficiente para que se tenha uma idéia mais exata sobre a participação dos estudantes, privilegiei os resultados obtidos através de métodos qualitativos, entre os quais: transcrição de gravações de aulas, informações obtidas nas entrevistas individuais com os alunos, observações anotadas durante a assistência de aulas e a natureza positiva ou negativa das estratégias usadas pelos alunos, respectivamente: Tarefas-continuativas e Tarefas-divergentes (Bergvall & Remlinger, 1996). A análise qualitativa demonstrou que, apesar das alunas deste grupo terem participado ativamente das conversações, fazendo perguntas desafiadoras e tendo muitas e longas falas, estas alunas também lutam contra o ainda remanescente domínio masculino no sistema de educação. Concluo esta dissertação reforçando a importância de se desenvolver estudos sobre os papéis que os gêneros masculino e feminino desempenham em sala de aula para que se mostre aos educadores e alunos que as estratégias positivas de conversação resultam em aulas mais construtivas. Também reforço a importância da conscientização em relação à posição da mulher em sala de aula a fim de que mudemos este quadro. pt_BR
dc.format.extent iii, 111 f.| il., tabs. pt_BR
dc.language.iso eng pt_BR
dc.publisher Florianópolis, SC pt_BR
dc.subject.classification Literatura pt_BR
dc.subject.classification Lingua inglesa - pt_BR
dc.subject.classification Estudo e ensino - Falantes estrangeiros pt_BR
dc.subject.classification Conversação pt_BR
dc.title Conversational strategies in EFL setting: gender X floor domination pt_BR
dc.type Dissertação (Mestrado) pt_BR


Files in this item

Files Size Format View
188704.pdf 392.7Kb PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar