Reconhecimento, validação e certificação de saberes: um estudo crítico de políticas e práticas na educação de jovens e adultos

DSpace Repository

A- A A+

Reconhecimento, validação e certificação de saberes: um estudo crítico de políticas e práticas na educação de jovens e adultos

Show full item record

Title: Reconhecimento, validação e certificação de saberes: um estudo crítico de políticas e práticas na educação de jovens e adultos
Author: Martins, Carlos Eduardo
Abstract: O presente trabalho acadêmico objetiva compreender os processos de reconhecimento de saberes (escolares e profissionais) para a EJA nas pesquisas, em documentos legais e no contexto em duas instituições de ensino, com o intuito de verificar que concepções de educação permeiam esses processos no âmbito da educação básica e profissional. A pesquisa tem uma abordagem qualitativa, na qual são desenvolvidos procedimentos metodológicos que envolvem análises bibliográfica e documental de trabalhos, obras e documentos obtidos através de um estado do conhecimento sobre reconhecimento, validação e certificação de saberes ou competências e, também, através de dados obtidos em duas instituições da região da Grande Florianópolis: SESI e IFSC. Dentre os principais referenciais teóricos estão Paulo Freire, Moacir Gadotti, Licínio Lima, José Gimeno Sacristán, Bernard Charlot e Joaquim Luís Medeiros Alcoforado. Como principais resultados da pesquisa constatou-se que presenciamos um momento histórico de perdas de direitos sociais e do fortalecimento do discurso neoliberal nos documentos legais, no qual o processo de reconhecimento de saberes teve sua origem como um instrumento em uma concepção neoliberal de educação, conhecida por aprendizagem ao longo da vida e que ressignificou o conceito de educação ao longo da vida ou educação permanente. Contudo, diferente do SESI, onde o MRS está apenas iniciando, o IFSC é um espaço de luta e resistência, especificamente com o CERTIFIC e PROEJA, e estão tornando-se referência quando se fala em reconhecimento de saberes.Abstract : This academic work aims to understand the processes of recognition of knowledge (school and professional) for the EJA in research, legal documents and in the context in two educational institutions, in order to verify that conceptions of education permeate these processes within the scope of basic and vocational education. The research has a qualitative approach, in which are developed methodological procedures that involve bibliographical and documentary analyzes of works, works and documents obtained through a state of knowledge about recognition, validation and certification of knowledge or skills and also through data obtained in two institutions of the Greater Florianópolis region: SESI and IFSC. Among the main theoretical references are Paulo Freire, Moacir Gadotti, Licínio Lima, José Gimeno Sacristán, Bernard Charlot and Joaquim Luís Medeiros Alcoforado. As the main results of the research, it was verified that we witnessed a historical moment of loss of social rights and the strengthening of neoliberal discourse in legal documents, in which the process of recognition of knowledge had its origin as an instrument in a neoliberal conception of education, known by lifelong learning and which has re-defined the concept of lifelong education or lifelong learning. However, unlike SESI, where MRS is just beginning, the IFSC is a space of struggle and resistance, specifically with CERTIFIC and PROEJA, and are becoming a reference when it comes to recognizing knowledge.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/198106
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View
PEED1357-D.pdf 1.536Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar