Fatores de risco e proteção à saúde do juiz de direito

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Fatores de risco e proteção à saúde do juiz de direito

Mostrar registro completo

Título: Fatores de risco e proteção à saúde do juiz de direito
Autor: Costi, Cíntia Gonçalves
Resumo: Este trabalho objetiva avaliar os fatores de risco e proteção à saúde dos juízes de direito. O delineamento do estudo, de natureza exploratória e descritiva, envolveu a participação de 174 juízes de direito, de diferentes unidades jurisdicionais estaduais, e o recurso de três instrumentos de coleta de dados: Escala de Resiliência (CD-RISC-10), Escala de Estresse Percebido (PSS) e Questionário qualitativo sobre os aspectos sócio-ocupacionais dos participantes. Esses instrumentos, isoladamente e associados entre si, permitiram identificar aspectos do trabalho para a análise da relação entre resiliência, estresse percebido e o trabalho jurisdicional, levando à caracterização dos fatores de risco e proteção à saúde do juiz de direito. A coleta de dados foi feita on-line, com base em uma plataforma eletrônica construída para esta pesquisa. Os resultados confirmam a validade teórica da Escala de Resiliência e da Escala de Estresse Percebido, os quais apontam indicadores de precisão moderado e alto, e coeficiente de correlação negativa entre as variáveis de estresse e satisfação no trabalho. Houve uma predominância de riscos relacionados ao potencial externo de controle do trabalho do juiz. Dos fatores de proteção, evidenciou-se a relação existente entre a valorização da homeostase do organismo, as relações estabelecidas e a satisfação no trabalho sob a visão dos participantes da pesquisa, revelando indicadores de resiliência voltados à capacidade de adaptação a mudanças, julgamento de força e concentração mediante pressão. Por fim, conclui-se que as evidências de validade fatorial e precisão das escalas utilizadas com a amostra de juízes de direito são consideradas uma alternativa confiável para investigações empíricas; e existe uma relação intrínseca entre resiliência, estresse e satisfação no trabalho. O estudo, ao retratar aspectos da realidade do trabalho do juiz de direito brasileiro, aponta desafios e possibilidades de reflexão ao meio acadêmico e ao Poder Judiciário, no que condiz à especificidade do trabalho de julgar e à necessidade da atenção à saúde do magistrado.<br>Abstract : The present research aimed to evaluate risk factors and health protection of law judges. The exploratory and descriptive study design involved the participation of 174 law judges from different jurisdictional units and the use of three data collection instruments: Resilience Scale (CD-RISC-10), Scale of Perceived Stress (PSS) and qualitative Questionnaire on the socio-occupational aspects of the participants. These instruments, isolated and associated with each other, allowed us to identify aspects of the work to analyze the relationship between resilience, perceived stress and the jurisdictional work, leading to the characterization of risk factors and health protection of the judge of law. Data collection was done online, based on an electronic platform built for this research. The results confirm the theoretical validity of the Resilience Scale (CD-RISC-10) and the Perceived Stress Scale (PSS), which indicate indicators of moderate and high precision, and a negative correlation coefficient between stress and satisfaction variables at work. There was a predominance of risks related to the external potential of control of the judge's work. Among the protective factors, the relationship between the assessment of the body's homoestase, established relationships and job satisfaction under the view of the research participants was evidenced, revealing indicators of resilience aimed at adaptability to changes, judgment of strength And concentration by pressure. Finally, it is concluded that the evidence of factorial validity and precision of the scales used with the sample of judges of law is considered a reliable alternative for empirical investigations. And that there is an intrinsic relationship between resilience, stress and job satisfaction. The study, when portraying aspects of the Brazilian judge's work reality, points out challenges and possibilities for reflection to the academic milieu and to the Judiciary, in accordance with the specificity of the work of judging and the need for the health care of the magistrate.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2016.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/176666
Data: 2016


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
345865.pdf 1.818Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar