Afasia Progressiva Primária: Um estudo de caso

DSpace Repository

A- A A+

Afasia Progressiva Primária: Um estudo de caso

Show full item record

Title: Afasia Progressiva Primária: Um estudo de caso
Author: Ribeiro, Danieli Cristina
Abstract: Introdução: A afasia se deve às alterações linguísticas em decorrência de uma lesão focal ocorrida em regiões responsáveis pela linguagem localizadas no cérebro, podendo ou não apresentar déficits em outros processos cognitivos. A Afasia Progressiva Primária (APP) tem sido caracterizada na literatura como uma patologia pouco frequente, de início gradual e comprometimento progressivo no âmbito da linguagem, em pacientes que não sofrem alterações em outras áreas cognitivas. A principal característica dessa síndrome é a relativa preservação da autonomia do paciente, durante pelo menos dois anos no início do quadro. O distúrbio de linguagem na APP é heterogêneo, motivo pelo qual se reconhece nela a existência de quatro síndromes afásicas distintas: Agramática (não fluente, motora), Semântica (fluente, sensorial), Logopênica e Mista. Contudo, por tratar-se de uma patologia recentemente descoberta ainda há poucos estudos sobre a linguagem na APP. Objetivo: Analisar a linguagem de um sujeito com APP e as modificações dos sintomas da linguagem longitudinalmente. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa longitudinal quantitativa, para avaliar a fluência, e qualitativa, caracterizada como estudo de caso. Participou dessa pesquisa um sujeito com diagnóstico de APP. Os dados desta foram retirados de sessões de atendimentos do Projeto de Pesquisa Alterações linguístico-cognitivas: contextos clínicos e institucionais, com duração de 45 minutos cada sessão, que ocorreram no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, na Universidade Federal de Santa Catarina, na Clínica Escola de Fonoaudiologia – UFSC e também foi realizada também uma coleta de dados na residência do sujeito em Lages- SC. Os dados foram analisados e transcritos. Resultados: Sujeito apresenta como característica fundamental o discurso espontâneo não-fluente. As capacidades de compreensão de palavras isoladas e de enunciados estão preservadas durante a conversação. Em relação à leitura, a capacidade de compreensão de palavras isoladas mostra-se preservada, no entanto, pode apresentar um déficit de compreensão de textos de maior complexidade. Déficits gramaticais na compreensão e na expressão são encontrados na leitura e na escrita. Apesar das dificuldades de encontrar palavras e das parafasias, o que mais é perceptível dos déficits de linguagem do sujeito é questão da fluência. Embora apresente um discurso inteligível, em dois anos, houve uma modificação qualitativa e quantitativa nos sintomas com aumento do número de repetições (na fala, escrita e leitura) e com alteração de sua forma de ocorrência (na leitura). Conclusão: Os achados assemelham-se com as características de uma afasia progressiva não-fluente, ainda não chegando ao agramatismo. Dos déficits de linguagem o que está mais prejudicado é a questão da fluência, sendo que quanto menos fluente é o discurso, mais essa condição afeta a sua posição de falante, de escritor, de leitor.Introduction: Aphasia is a language disturbance caused by a focal lesion in the brain. It may be in conjunction (or not) with other cognitive processes impairments. Primary Progressive Aphasia (PPA) has been characterized in the literature as a rare syndrome of gradual onset and progressive language impairment uncorrelated to other cognitive injury. The main feature of this syndrome is the relative preservation of patient autonomy for at least two years onset. Primary Progressive Aphasia is composed for four different aphasic syndromes: Agrammatic (not fluent, motor), Semantic (fluent, sensory), Joint and Logopenic aphasia. That’s why language impairment in PPA is heterogeneous. Objective: To Analyze the language of a subject with APP and its changes in symptoms of language. Methodology: This is a qualitative study with a longitudinal dimension characterized as a case study. Participated in this research a subject diagnosed with APP. The data were taken from attendances sessions at University Hospital of São Thiago Polydoro Ernani at the Federal University of Santa Catarina, in Clinical School of Speech - Research Project-Linguistic Cognitive impairment: clinical and institutional contexts. Some date was also collected on the subject in Lages-SC residence. Data were analyzed and transcribed. Results: Subject presents characteristics of the non-fluent spontaneous speech. The capabilities of comprehension of isolated words and phrases is preserved during the conversation. In relation to reading, the ability to understand single words is shown to be preserved, however, it can present a deficit of understanding texts of greater complexity. Grammatical deficits in understanding and expression were found in reading and writing. Despite of difficulties in finding words and occurrence of paraphasias, language fluency was the most noticeable deficits in the analysis. Although the subject showed intelligible speech during the two years of sessions, there was a qualitative and quantitative change in the symptoms with increasing the number of repetitions (in speech, writing and reading) and change its form of occurrence (in reading).Conclusion: The findings are similar to the characteristics of a non-fluent progressive aphasia, not coming to agrammatic. Deficits in language that is most affected is the issue of fluency, while the less fluent speech is, its plight to its position of speaker, writer, reader.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Fonoaudiologia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/169703


Files in this item

Files Size Format View Description
Afasia_Progressiva_Primária-Um estudo_de_caso.pdf 905.0Kb PDF View/Open PDF/A

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar