A MEMÓRIA NÃO ENCENADA: a profissionalização do teatro em Florianópolis nas décadas de 1960 e 1970.

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A MEMÓRIA NÃO ENCENADA: a profissionalização do teatro em Florianópolis nas décadas de 1960 e 1970.

Mostrar registro completo

Título: A MEMÓRIA NÃO ENCENADA: a profissionalização do teatro em Florianópolis nas décadas de 1960 e 1970.
Autor: DA SILVA THEODORO, NEIVÂNIA
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo trazer à cena a memória teatral de Florianópolis entre as décadas de 1960 e 1970, tendo como eixo central o processo de profissionalização do teatro. Utilizando-se da fórmula cidade, teatro e sociedade, a primeira parte contempla o panorama teatral e social nacional, mais especificamente, do eixo Rio-São Paulo; considerando o período de o governo militar da época, com destaque às questões circundantes: a maior politização dos artistas, o nível de liberdades tanto na linguagem da imprensa como das artes da cena, e os mecanismos de controle com o uso da censura. Logo, o período de maior politização do movimento cultural artístico teatral resulta na busca por reconhecimento e profissionalização da categoria no Brasil. A segunda e terceira parte busca refletir sobre como ocorreu o processo de profissionalização na capital catarinense: de intercâmbio com o “caldo cultural” do eixo-Rio São Paulo; da transição do teatro amador ao profissional; da existência de uma crítica teatral especializada local, e da formação de um público florianopolitano. São aspectos que caracterizam em sua gênese, o processo de autonomia teatral na Ilha, e configura um ciclo marcante que não deve se ausentar à memória teatral florianopolitana.This work aims to bring the scene the theatrical memory of Florianópolis between the 1960s and 1970s, having as it central axis the theater professionalization process. Using the formula city, theater and society, the first part looks the national social theater prospect, specifically of Rio and São Paulo; considering the former period of military government, highlighting the issues surrounding: the greater politicization of artists, the level of freedom both in press language and arts scene, and the control mechanisms with the use censorship. Then, the period of greatest politicization of theatrical artistic cultural movement come out in the search for recognition and professionalization of the artistic category in Brazil. The second and third part seek the reflection of how the professionalization process happened on the capital of Santa Catarina: the interchange with the cultural broth of Rio and São Paulo; the transition from amateur to professional theater; the existence of local specialized theater critic, and formation of a own public. These are aspects that characterize in its genesis, the theatrical autonomy process on the Island, and sets a significant cycle that may not be absent on the memory theatrical of Florianópolis.
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/130035
Data: 2015-02-20


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
TCC--Neivania Teodoro.pdf 2.239Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar