Do desastre para o risco: qualidade na cobertura em revistas semanais de informação

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Do desastre para o risco: qualidade na cobertura em revistas semanais de informação

Mostrar registro completo

Título: Do desastre para o risco: qualidade na cobertura em revistas semanais de informação
Autor: Santos, Juliana Frandalozo Alves dos
Resumo: Este trabalho parte do debate sobre a questão da qualidade no Jornalismo e o relaciona com seu papel de comunicação e informação na gestão e Redução de Risco e Desastre. Com o objetivo de refletir sobre essa relação, avalia a qualidade do produto da cobertura realizada pelas três revistas semanais de informação de maior circulação nacional, Veja, Isto É e Época, nos dois maiores desastres já ocorridos no Brasil, respectivamente em Santa Catarina, em novembro de 2008, e na região serrana do Rio de Janeiro, em janeiro de 2011, e entrevista os jornalistas que trabalharam nas coberturas analisadas. A pesquisa conclui que as coberturas têm qualidade satisfatória no que se refere à informação factual sobre os eventos em si, mas que existe espaço e necessidade de ir além do acontecimento catastrófico, buscando expandir seu foco para a percepção da exposição cada vez maior da sociedade ao risco e às condições de vulnerabilidade, ampliando a responsabilização da mídia diante de assuntos de interesse público. Para tanto, indica a necessidade de treinamento e especialização dos profissionais para que as coberturas jornalísticas sejam mais qualificadas e se desloquem do desastre para o risco.<br>Abstract: This work brings the debate on the issue of quality in journalism and relates to its role in communication and information on Disaster Risk Reduction and Management. With the goal to reflect on this issue, the study evaluates the quality of the coverage done by the three biggest Brazilian weekly news magazines, Veja, IstoÉ and Época, at the worst disasters ever occurred, respectively in Santa Catarina, in November 2008, and in the mountainous region of Rio de Janeiro, in January 2011, and also analyzed interviews of journalists who worked in coverage. The research concludes that the coverages have satisfactory quality with regard to factual information about the disaster itself, but that there is room and need to go beyond the catastrophic event, seeking to expand its focus to the perception of growing exposure of society to risk and vulnerability conditions, increasing the media accountability on issues of public interest. For this, it indicates the need for training and especialization of professional for more qualified media coverage for moving from disaster to risk.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Jornalismo, Florianópolis, 2014
URI: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/128973
Data: 2014


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
329570.pdf 1.746Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar