Análise da toxicidade de petróleo bruto sobre Lithothamnion crispatum (Corallinophycidae, Rhodophyta) em cenários de mudanças climáticas

DSpace Repository

A- A A+

Análise da toxicidade de petróleo bruto sobre Lithothamnion crispatum (Corallinophycidae, Rhodophyta) em cenários de mudanças climáticas

Show full item record

Title: Análise da toxicidade de petróleo bruto sobre Lithothamnion crispatum (Corallinophycidae, Rhodophyta) em cenários de mudanças climáticas
Author: Gislon, Nicole Simon
Abstract: A exploração de petróleo, que resiste aos alertas globais por redução de emissões de gases estufa, representa uma das principais fontes de contaminação em ambientes marinhos costeiros, contribuindo localmente não só para a crise da biodiversidade como para as mudanças climáticas. Essa pesquisa foi desenvolvida considerando a ausência de estudos sobre o efeito da toxicidade do petróleo bruto em espécies de algas calcárias e tendo em vista que acidentes de vazamento de petróleo ocorrem frequentemente, sobretudo, o derramamento que ocorreu na costa do Nordeste do Brasil em 2019. O objetivo foi avaliar eventual impacto sobre a eficiência fotossintética de uma importante espécie de alga calcária formadora de bancos de rodolitos, Lithothamnion crispatum, depois de exposta à contaminação por petróleo e a diferentes condições de salinidade, as quais estão diretamente relacionadas ao aumento da temperatura global e evaporação dos oceanos. Também, avaliar se houve sinais de recuperação da espécie após contaminação. O experimento teve duração de nove dias, onde os efeitos da interação entre os dois fatores foram considerados nas análises estatísticas. Foram realizados três tipos de tratamento (solução controle; água contaminada com óleo; óleo em contato direto com os rodolitos). Os espécimes foram submetidos aos tratamentos nos primeiros sete dias de experimento sobre salinidade de 48 ups. Para avaliar a recuperação, trocou-se a água do mar dos tratamentos para salinidade de 37 ups nos dois últimos dias. O rendimento quântico efetivo (Y) de Lithothamnion crispatum foi avaliado uma vez ao dia. Os valores mais elevados de rendimento quântico foram observados nas amostras representadas pelos rodolitos em salinidade normal tanto em solução controle quanto contaminada pela presença do poluente. Entretanto quando em salinidade elevada observou-se a intensificação do comprometimento, sendo os menores valores observados na salinidade mais elevada quando o petróleo esteve em contato com a superfície dos rodolitos. Com isso, o comprometimento da eficiência fotossintética mais significativa ocorreu quando houve interação entre os fatores correspondentes às letras a e b (contato direto com o óleo e alta salinidade), com valores de F= 8,604 e P=0,000478. A partir dos resultados, corrobora-se que o petróleo bruto tem efeitos tóxicos sobre organismos fotossintetizantes e quando em interação com alta salinidade, o rendimento quântico efetivo das algas fica ainda mais comprometido. Contudo, vale destacar que entre os resultados obtidos neste trabalho, os efeitos menos tóxicos foram apresentados em salinidade normal, podendo ser um indicativo de possível recuperação dos organismos.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/232853
Date: 9-03-22


Files in this item

Files Size Format View Description
TCC FINAL.pdf 594.6Kb PDF View/Open TCC

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar