Alimentação precoce versus tardia em pacientes pediátricos submetidos à Gastrostomia Endoscópica Percutânea: comparação de dois protocolos em instituição de referência.

DSpace Repository

A- A A+

Alimentação precoce versus tardia em pacientes pediátricos submetidos à Gastrostomia Endoscópica Percutânea: comparação de dois protocolos em instituição de referência.

Show full item record

Title: Alimentação precoce versus tardia em pacientes pediátricos submetidos à Gastrostomia Endoscópica Percutânea: comparação de dois protocolos em instituição de referência.
Author: de Abreu, Gabriela
Abstract: Objetivos: Estabelecer perfil dos pacientes submetidos à gastrostomia endoscópica percutânea (GEP) e comparar protocolos de alimentação após o procedimento em pacientes pediátricos, analisando introdução precoce da dieta e tardia, quanto à complicações e tempo de internação. Métodos: Realizado estudo observacional transversal,com coleta de dados secundários em hospital de referência. Foram analisados pacientes que realizaram GEP com equipe de gastroenterologia pediátrica, comparando introdução de alimentação em 24 horas com dieta de seis a oito horas. Dados foram coletados através de protocolo pré estabelecido. Foi analisado o perfil dos pacientes e os grupos foram comparados quanto à presença de complicações precoces e tardias, maiores e menores e o tempo de internação. Resultados: Dos 43 pacientes, 20 realizaram alimentação tardia e 23 precoce, sendo a principal patologia de base encefalopatia crônica (50,00% e 47,82%, respectivamente). As indicações mais frequentes foram desnutrição (50,00% e 30,43%) e disfagia (40,00% e 39,13%). Não houve diferença estatística entre os grupos quanto à presença de complicações. Em relação ao tempo de internação, o grupo precoce teve uma mediana de dois dias, enquanto o tardio de 3,5 dias, porém sem diferença estatística. Conclusão: há distribuição semelhante de sexo, a patologia de base mais comum é a encefalopatia crônica e principais indicações a disfagia e a desnutrição. As principais complicações pós-procedimento foram a ocorrência de vômitos e presença de granuloma, sem diferença estatística entre. Houve redução no tempo de internação, porém sem significância estatística. Palavras-chave: Gastrostomia. Nutrição Enteral. Criança.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Medicina.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/217644
Date: 20-06-26


Files in this item

Files Size Format View
TCC_GabrielaAbreu.pdf 302.7Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar