Yoga no quotidiano de cuidado às pessoas com transtorno mental e suas famílias: uma estratégia sensível para promoção da saúde em um hospital psiquiátrico

DSpace Repository

A- A A+

Yoga no quotidiano de cuidado às pessoas com transtorno mental e suas famílias: uma estratégia sensível para promoção da saúde em um hospital psiquiátrico

Show full item record

Title: Yoga no quotidiano de cuidado às pessoas com transtorno mental e suas famílias: uma estratégia sensível para promoção da saúde em um hospital psiquiátrico
Author: Corrêa, Sandra Mara
Abstract: Introdução: O Yoga, uma Prática Integrativa Complementar em Saúde, pode ser integrada ao Cuidado para Promoção da Saúde de pessoas com transtornos mentais e suas famílias na hospitalização psiquiátrica. Objetivo: Compreender a prática do Yoga no quotidiano de cuidado para Promoção da Saúde de pessoas com transtorno mental e de suas famílias, em um hospital psiquiátrico. Metodologia: Trata-se de estudo qualitativo, sustentado pela Sociologia Compreensiva e do Quotidiano de Michel Maffesoli. Caracterizado como Pesquisa Convergente Assistencial contemplou as fases: concepção, instrumentação, perscrutação e análise. Realizada em um hospital psiquiátrico no sul do Brasil, após a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob Parecer N°3.442.851. Participaram 10 pessoas hospitalizadas em Unidade de curta permanência masculina, e 5 familiares. As fontes de evidências foram entrevistas individuais, com roteiro semi estruturado, e observação participante. As oficinas de Yoga seguiram etapas do Projeto Ninho: Relaxamento e Acolhimento; Atividade Central; Relaxamento de Integração. A coleta dos dados ocorreu de julho a novembro de 2019, sendo registrados em gravação digital e diário de campo. Análise dos Dados envolveu: apreensão, síntese, teorização e transferência. Resultados: Emergiram três categorias: Significados e vivências do Yoga quotidiano de cuidado de pessoas que vivenciaram internação psiquiátrica; Potências e limites do Yoga para Promoção da Saúde no quotidiano da hospitalização psiquiátrica; Quotidiano das pessoas com transtorno mental hospitalizadas, que vivenciam a prática do Yoga e de suas famílias: limites e potências. Na primeira categoria evidenciaram-se duas subcategorias Significados do Yoga e O Yoga no Quotidiano de Cuidado: Os Significados do Yoga para as pessoas hospitalizadas foram: relaxamento, autoconhecimento, liberdade, filosofia de vida, uma forma de levar a vida mais leve, conexão, exercício/trabalho e bem estar. No imaginário dos familiares: é uma coisa boa, meditação, relaxamento. O Yoga no Quotidiano de Cuidado para as pessoas hospitalizadas emergiu como: melhora, mudança, mais, relaxado. No imaginário dos familiares foi contemplado por: gostou, relaxou, melhorou o sono e não soube expressar. Na segunda categoria evidenciaram-se três subcategorias: O Significado de Promoção da Saúde; Potências do Yoga para Promoção da Saúde; Limites do Yoga no Quotidiano para Promoção da Saúde. O Significado de Promoção da Saúde para as pessoas hospitalizadas foi: melhora da saúde, prevenção dos agravos, não ficar doente, ser saudável, possibilidade de alcançar uma melhora da condição mental e sensação de relaxamento. No imaginário do familiar emergiu como cuidar, melhorar e prevenção. As Potências do Yoga para Promoção da Saúde para as pessoas hospitalizadas envolveram: pensamento, relaxamento, alongamento e músculos, persistência, lugar, internet e força. Para os familiares, as potências foram: muito bom, fazer bem, promoção da saúde e qualidade de vida. Enquanto Limites do Yoga no Quotidiano para a Promoção da Saúde, as pessoas hospitalizadas relataram que não atrapalha, só ajuda, horário, alongamento e tempo podem ser conflitantes com atividades diárias, mas reconhecem ser indispensável no quotidiano. Para as famílias ter o familiar internado é um limite, pois estar em casa é melhor. Todavia, não há limites na prática do Yoga para Promoção da Saúde. Conclusão: Evidenciou-se que as práticas de Yoga no quotidiano do cuidado das pessoas que vivenciam a internação psiquiátrica: promovem melhora da qualidade de vida; estimulam os enfrentamentos de maneira positiva pelo empoderamento, autoconhecimento e autocuidado, possibilitando Promover a Saúde das pessoas com transtorno mental e de suas famílias. Enfatiza-se a importância de envolver Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no quotidiano do Sistema Único de Saúde, pois são fundamentais para integralidade, singularidade, inclusão do ser humano, reinserção social, e respeito ao conhecimento tradicional para uma ciência Sensível, afetiva, portanto, efetiva.<br>Abstract: Introduction: This study focuses on Yoga, a Complementary Integrative Health Practice, as Health Promotion for people with mental disorders and their families in psychiatric hospitalization. Objective: To comprehend Yoga practice in Health Promotion daily care of people with mental disorders and their families in a psychiatric hospital. Methodology: This is a qualitative study, supported by Comprehensive Sociology and Everyday life? Sociology of Michel Maffesoli. Characterized as Convergent Care Research, this study contemplated the following phases: conception, instrumentation, research and analysis. The research was carried out in a psychiatric hospital in southern Brazil. After approval by the Research Ethics Committee under Opinion No. 3,442,851 of July 2019. 10 hospitalized people in a short-stay unit for men and 5 family members participated in the study. Sources of evidence were individual interviews, with a semi-structured script, and participant observation. Yoga workshops followed the stages of the Nest Project: Relaxation and Welcoming; Central Activity; Relaxation Integration. Data collection took place from July to November 2019, being recorded in digital media, field diary and subsequent transcription. Data analysis involved: apprehension, synthesis, theorization and transfer. Results: Emerged categories: 1- Meanings and experiences of daily Yoga in the care of people who experienced psychiatric hospitalization; 2- Potentials and limits of Yoga for Health Promotion in the daily psychiatric hospitalization; 3- Daily life of hospitalized people with mental disorders who experience Yoga practice and their families: limits and potentials. In the first category, two subcategories of Yoga Meanings and Yoga in Daily Care were highlighted: The Meanings of Yoga, according to hospitalized people, were: relaxation, self-knowledge, freedom, philosophy of life, a way to live a lighter life, connection, exercise/work and well-being. According to family members? imagination, The Meanings of Yoga were: it's a good thing, meditation, relaxation. A family member who did not know the theme Yoga in Daily Care according hospitalized people emerged as: improvement, change, more relaxed. According to family members, it was contemplated by: liked it, relaxed, improved sleep and was unable to express it. In the second category, three subcategories were highlighted: The Meaning of Health Promotion; Potentials of Yoga for Health Promotion; Limits of Yoga in Daily Life for Health Promotion. The Meaning of Health Promotion according to hospitalized people was: improvement of health, prevention of injuries, not getting sick, being healthy, possibility of achieving an improvement in mental condition and a feeling of relaxation. In the family members? imagination, care, improvement and prevention emerged. The Potentials of Yoga for Health Promotion according to hospitalized people involved: thinking, relaxation, stretching and muscles, persistence, place, internet and strength. According to family members, the potentials were: very good, doing well, promoting health and quality of life. Concerning Limits of Yoga in Daily Life for Health Promotion, people who experience psychiatric hospitalization reported that it does not disturb, it only helps, schedule, stretching and time can be conflicting with daily activities, but recognize that it is indispensable in daily life. For families, having a hospitalized family member is a limitation, since it is better being at home. However, there are no limits in the practice of Yoga for Health Promotion. Conclusion: It was evidenced that practicing Yoga in the daily care of people who experience psychiatric hospitalization promotes an improvement in the quality of life; encourages confrontations in a positive way through empowerment, self-knowledge and self-care, enabling Health Promotion for people with mental disorders and their families. It is important to highlight the importance of involving these Integrative and Complementary Health Practices in the daily life of Unified Health System (SUS) services, since they are pivotal for integrality, uniqueness, inclusion of the human being and social reintegration, as well as respecting traditional knowledge in the constitution of a science that expresses Sensitive Reason, being affective, therefore effectively involved with reality
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2020.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/216141
Date: 2020


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar