O patrimônio geológico e sítios de geodiversidade do município de Florianópolis/SC: estratégias de geoconservação

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

O patrimônio geológico e sítios de geodiversidade do município de Florianópolis/SC: estratégias de geoconservação

Mostrar registro completo

Título: O patrimônio geológico e sítios de geodiversidade do município de Florianópolis/SC: estratégias de geoconservação
Autor: Covello, Cristina
Resumo: O município de Florianópolis tem 45% do seu território designado como área protegida, porém essas áreas estão sendo fragmentadas e degradadas devido ao desenvolvimento de infraestruturas urbano-turísticas. Como consequência, vem ocorrendo a redução da diversidade de ecossistemas e de patrimônio natural, incluindo a perda de geodiversidade e patrimônio geológico, que ainda tem um baixo reconhecimento pelo município. Esta pesquisa teve como objetivo identificar o patrimônio geológico e sítios de geodiversidade de Florianópolis e propor estratégias de geoconservação. As estratégias de geoconservação visam sistematizar as etapas necessárias para a gestão de sítios geológicos. Essas etapas foram realizadas na seguinte sequência: inventário, avaliação quantitativa (do valor científico, potencial uso educativo, potencial uso turístico e risco de degradação), propostas de conservação/gestão/uso dos sítios, interpretação e promoção, e monitorização. Por meio do inventário, 31 sítios geológicos foram identificados, dos quais 22 são geossítios, 21 apresentam potencial uso educativo e oito potencial uso turístico. Na avaliação quantitativa constatou-se que seis sítios apresentam alto risco de degradação, 11 risco moderado e 14 baixo risco, sendo as principais ameaças o crescimento urbano e as categorias de uso definidas no plano diretor do município para as áreas dos sítios sem proteção jurídica. Mas, o plano diretor também traz a solução para a proteção legal dos sítios através das Áreas Especiais de Intervenção Urbanística, com a categoria Áreas de Patrimônio Geológico. As propostas para conservação e gestão dos sítios foram elaboradas a partir dos resultados das avaliações quantitativas. Foi desenvolvido um plano de gestão para o sítio com maior risco de degradação (Sedimentos turfáceos da praia do Campeche). Para os outros sítios com risco alto e moderado, apresentam-se propostas de gestão, uma vez que estes riscos podem ser, em sua maioria, minimizados pela administração pública. Para a interpretação e promoção dos sítios geológicos com potencial uso turístico foram propostos sete painéis interpretativos e o roteiro Desvendando a geodiversidade de Florianópolis que conta a história da evolução geológica do município. O monitoramento, última etapa de uma estratégia de geoconservação, deve ser reforçado quando os sítios forem divulgados e utilizados, e tem como objetivo manter a sua conservação ao longo do tempo. Uma ficha de fácil preenchimento foi adaptada para identificar a necessidade de empreender ações para manutenção voltadas ao uso e conservação dos sítios geológicos. O patrimônio geológico e sítios de geodiversidade de Florianópolis têm alto potencial educativo e/ou turístico. O geoturismo pode ser um novo ramo de turismo para o município, que vem complementar o turismo de sol e praia, ao proporcionar conhecimento ao invés de mera contemplação da paisagem. Contudo, para uma efetiva conservação dos sítios geológicos, a conscientização das comunidades de Florianópolis para a importância destes por meio de ações educativas é essencial, porque só protegemos o que conhecemos.Abstract : The municipality of Florianópolis has 45% of its territory designated as a protected area, but these areas are being fragmented and degraded due to the urban-tourist development. As a consequence, there has been a reduction in the diversity of ecosystems and natural heritage, including loss of geodiversity and geological heritage, which still has a low recognition by the municipality. This research aimed to identify the geological heritage and geodiversity sites of Florianópolis and to propose geoconservation strategies. A geoconservation strategy aims to systematize the necessary steps for the management of geological sites, namely: inventory, quantitative evaluation (of scientific value, potential educational use, potential tourist use and risk of degradation), conservation / management / use of sites, interpretation and promotion, and monitoring. Through the inventory, 31 geological sites were identified, of which 22 are geosites, 21 present potential educational use and eight potential tourist use. In the quantitative evaluation it was found that six sites present high risk of degradation, 11 moderate risk and 14 low risk, with the main threats being the urban growth and the categories of use defined in the municipality's master plan for the areas of sites without legal protection the ineffective. But, the master plan also provides the solution for legal protection of the sites through the Special Areas of Urban Intervention, with the category Areas of Geological Heritage. The proposals for site conservation and management were drawn up on the basis of the results of the quantitative assessment. A management plan was proposed for the site with the highest risk of degradation (sediments of the Campeche beach). For the other sites with high and moderate risk, management proposals are presented, as these risks can be minimized by the public administration. For the interpretation and promotion of geological sites with potential tourist use, seven interpretive panels and the "Unraveling the geodiversity of Florianópolis" trail have been proposed, which tell the history of the geological evolution of the municipality. Monitoring, the last stage of a geoconservation strategy, should be strengthened when sites are publicized and used, and aim to maintain conservation over time. A simple form was adapted to identify the need to undertake maintenance actions aimed at the use and conservation of geological sites. The geological heritage and geodiversity sites of Florianópolis have high educational and / or tourist potential. Geotourism can be a new branch of tourism for the municipality, which complements sun and beach tourism by providing knowledge rather than mere contemplation of the landscape. However, for an effective conservation of the geological sites, the awareness of the communities of Florianópolis for their importance through educational actions is essential, because we only protect what we know.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2018
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/192939
Data: 2018


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
PGCN0680-T.pdf 11.86Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar