Sistema purinérgico e perfil oxidativo em pacientes soropositivos para o HIV-1 em resposta a suplementação de vitamina D

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Sistema purinérgico e perfil oxidativo em pacientes soropositivos para o HIV-1 em resposta a suplementação de vitamina D

Mostrar registro completo

Título: Sistema purinérgico e perfil oxidativo em pacientes soropositivos para o HIV-1 em resposta a suplementação de vitamina D
Autor: Marafon, Filomena
Resumo: A AIDS é uma doença crônica infectocontagiosa, representando um grave problema de saúde pública, principalmente em populações de risco como os indivíduos privados de liberdade. Essa doença está relacionada com inúmeras alterações bioquímicas e imunológicas, como é o caso do estresse oxidativo e alterações na sinalização purinérgica, ocasionando um pior prognóstico aos pacientes. Neste contexto, a VD compreende um micronutriente com potencial modulador para os indivíduos HIV soropositivos. Objetiva-se com o presente estudo verificar a presença de hipovitaminose, a restauração das concentrações de VD e avaliar os componentes do sistema purinérgico, perfil bioquímico e perfil oxidativo em uma população privada de liberdade residente no Oeste do Estado de SC submetidos à suplementação com VD. A metodologia proposta inclui a condução de estudo de intervenção com grupo teste constituído de indivíduos HIV soropositivos privados de liberdade e grupo controle saudável HIV soronegativo privados de liberdade, onde os indivíduos foram avaliados no início e ao final da suplementação com a VD, com posologia de 5.000 UI uma vez por semana totalizando 9, utilizando-se de formulário e análises laboratoriais, que incluíram a dosagem de calcidiol (25-(OH)D), análise da atividade das ectoenzimas purinérgicas, parâmetros bioquímicos, avaliação de indicadores de espécies reativas e defesas antioxidantes. Foram analisados 11 indivíduos HIV soropositivos e 11 indivíduos controles recrutados no Complexo Prisional, onde a prevalência de HIV representou 1,3% da população prisional. Os parâmetros verificados indicaram uma restauração das concentrações de VD após o período de suplementação, com valores significativos no grupo teste (p<0,05), observou-se diminuição da atividade da ecto-5 -nucleotidase e uma tendência ao aumento da atividade da NTPDase com maior hidrólise do ADP após a suplementação. Verificou-se um aumento das concentrações de vitamina C significativo no grupo HIV (p<0,05), e uma diminuição das concentrações de glicose nos grupos teste e controle (p<0,05 e p<0,01; respectivamente). Não houve diferenças significativas quanto as contagens de células CD4+ e CD8+. Os resultados verificados indicam uma associação da VD com a modulação da sinalização purinérgica, diminuindo a atividade de ectoenzimas importantes para o controle da infecção ocasionada pelo HIV, além de uma possível associação desse micronutriente com uma maior secreção de insulina devido à diminuição das concentrações de glicose.Abstract : AIDS is a chronic infectious disease, representing a serious public health problem, especially in the risks of individuals being deprived of their liberty. This disease is related to numerous biochemical and immunological alterations, as is the case of oxidative stress and alterations in purinergic signaling, causing a worse prognosis to patients. In this context, vitamin D (VD) comprises a micronutrient with modulatory potential for seropositive HIV individuals. The objective of the present study was to verify the presence of hypovitaminosis, to restore VD concentrations and to evaluate the components of the purinergic system, biochemical profile and oxidative profile in a population deprived of liberty residing in the West of Santa Catarina (SC), submitted to supplementation with VD. The proposed methodology includes conducting an intervention study with a test group consisting of HIV seropositive individuals deprived of liberty and a HIV seronegative control group deprived of liberty, where the subjects were measured at the beginning and at the end of the supplementation with the VD with 5,000 IU once a week totalilizing 9 dosages, using form and laboratory tests, which included the dosage of calcidiol (25- (OH) D), analysis of the activity of purinergic ectoenzymes, biochemical parameters, measurement of reactive species indicators and antioxidant defenses. Eleven HIV-positive individuals and 11 control individuals recruited in the Prison Complex were analyzed, where HIV prevalence represented 1.3% of the prison population. The observed parameters indicated a restoration of RV concentrations after the supplementation period, with significant values in the test group (p <0.05), a decrease in ecto-5'-nucleotidase activity and a tendency to increased activity of NTPDase with higher hydrolysis of ADP after supplementation. There was a significant increase in vitamin C concentrations in the HIV group (p <0.05), and a decrease in glucose concentrations in the test and control groups (p <0.05 and p <0.01, respectively). There were no significant differences in CD4 + and CD8 + cell counts. The results showed an association of the RV with the modulation of purinergic signaling, reducing the activity of ectoenzymes important for the control of the infection caused by HIV, besides a possible association of this micronutrient with a greater insulin secretion due to the decrease of the glucose concentrations.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/192043
Data: 2018


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
PCCF0416-D.pdf 1.214Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar