Influência da utilização de próteses específicas nas demandas energéticas da corrida: uma revisão sistemática

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Influência da utilização de próteses específicas nas demandas energéticas da corrida: uma revisão sistemática

Mostrar registro completo

Título: Influência da utilização de próteses específicas nas demandas energéticas da corrida: uma revisão sistemática
Autor: Volpato, Ana Cristine
Resumo: A evolução dos modelos protéticos, desde o seu surgimento, possibilitou que atletas amputados obtivessem um desempenho esportivo cada vez mais elevado. A classificação de um atleta amputado para as quartas de final dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, levantou questionamentos acerca de uma possível vantagem da utilização de próteses em relação aos membros intactos na corrida e ganhou grande destaque no âmbito esportivo. Desta forma, o presente estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura sobre a influência da utilização de próteses específicas de corrida nas demandas energéticas da corrida de pessoas amputadas em comparação a pessoas sem deficiência. As buscas foram realizadas em três bases de dados eletrônicas: PubMed/MedLine, Scopus e Web of Science, utilizando as seguintes palavras-chave: (amputation OR amputee) AND (run OR running OR runner) AND (prosthesis OR prosthetics). As buscas resultaram em 1256 artigos que, após análise e exclusão de cópias duplicadas, totalizaram 1164 estudos. A seleção de artigos foi realizada individualmente por dois revisores e dividida em duas etapas: leitura de títulos e resumos e leitura na íntegra dos artigos. Para inclusão neste estudo, foram determinados quatro critérios de elegibilidade: a) corrida com qualquer tipo de prótese, excluída qualquer outra forma de locomoção; b) participantes com qualquer nível de amputação e/ou treinamento; c) análise das variáveis custo metabólico ou economia de corrida; d) presença de grupo controle. Passada a primeira etapa de busca, 4 artigos foram selecionados para a leitura na íntegra e, atendendo a todos os critérios pré-determinados, foram inclusos nesta revisão. Os artigos selecionados avaliaram sujeitos com amputação bilateral transtibial (n = 2), unilateral transtibial (n = 8) e unilateral transfemoral (n = 3). De acordo com os resultados encontrados, a corrida com próteses específicas de corrida possibilita aos atletas amputados valores de custo metabólico similares aos do grupo controle. As velocidades máximas alcançadas por estes atletas, entretanto, são significativamente menores. Quando considerados os níveis de amputação, ficou claro que quanto mais proximal a excisão, maiores as desvantagens. Sendo assim, é possível afirmar que as próteses específicas de corrida permitem aos atletas amputados um melhor desempenho na corrida quando comparadas às próteses tradicionais, e um desempenho semelhante aos atletas sem deficiência.The evolution of prosthetic models since their first appearance enabled amputee athletes to achieve an increasingly higher performance. The qualification of an amputee athlete to the quarter finals in 2012 Olympic Games, in London, raised the question about possible advantages of running with prosthesis rather than running with intact limbs and attaining as a highline in the sports field. Thus the purpose of the present study was to execute a systematic review of literature about the influence of running specific prosthesis in the energetic demands of amputees running compared to abled body running. The research was made in three electronic databases: PubMed/MedLine, Scopus and Web of Science, using the following key words: (amputation OR amputee) AND (run OR running OR runner) AND (prosthesis OR prosthetics). The research resulted in 1256 articles, which after analysis and duplicates exclusion totalize 1164 studies. The selection of articles was performed individually by two reviewers and divided in two stages: titles and abstracts reading then full text reading. Four eligibility criteria were applied to determine the articles included in this study: a) running with any prosthetic model, excluding any other form of locomotion; b) participants with any amputation and/or training level; c) analysis of outcomes metabolic cost or running economy; d) presence of control group. After the first stage of research 4 articles were selected to full text reading and thus, by attending all criteria previously determined, were included in this review. The articles selected evaluated subjects with bilateral transtibial amputation (n = 2), unilateral transtibial amputation (n = 8) and unilateral transfemoral (n = 3). According to the results found, running specific prosthesis enable amputee athletes to reach similar metabolic cost values when compared to control group. Although amputees achieve significantly lower peak speeds than control group. When considered the amputation levels, it was clear that the more proximal the amputation the more disadvantages. Thus, it is possible to affirm that running specific prosthesis allow amputee athletes better running performance when compared to traditional prosthesis and similar performance when compared to abled body athletes.
Descrição: TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Desportos. Educação Física - Bacharelado.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/192035
Data: 2018-11-27


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização Descrição
TCC_av.pdf 739.8Kb PDF Visualizar/Abrir TCC Ana Cristine Volpato

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar