O (não) lixo na era do consumo: museu, cidade, arte

DSpace Repository

A- A A+

O (não) lixo na era do consumo: museu, cidade, arte

Show full item record

Title: O (não) lixo na era do consumo: museu, cidade, arte
Author: Luna, Gloria Alejandra Guarnizo
Abstract: A tese dialoga com a consolidação da sociedade de consumo e seus excedentes, saturação provocada pelo excesso de produção que se intensifica em diversos centros urbanos e modifica os modos de vida da população. A abordagem do consumismo é fundamental para compreender a configuração dos Museus do Lixo no Brasil, nas cidades de Belo Horizonte (MG), Campo Magro/ Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e São José dos Campos (SP). Este estudo apresenta e contextualiza os Museus do Lixo, espaços museais que surgiram no contexto dos excessos e dialogam com a proposta de uma sociedade sustentável que, ao mesmo tempo, não escapa do sistema capitalista, identificando suas particularidades e pontos em comum; Percebe o lixo e suas diversas apropriações, neste caso a partir do fenômeno Museu do Lixo nas referidas cidades; Analisa ainda os modos de lidar com o lixo, bem como a importância dada à coleta seletiva antes e depois da implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em 2010, nas referidas cidades. A percepção daquilo que o museu possui, destitui de valor ou consagra, se faz necessária quando se nota que tudo se tornou passível de ser musealizado, inclusive objetos provindos do descarte da sociedade do consumo. A inserção de objetos descartados na arte é uma questão inserida nas (re)configurações e apropriações dos excessos. As reformulações no campo dos museus e no campo do patrimônio permitem a atual denominação de museu, e que o lixo da sociedade do consumo seja (re)significado e reconhecido como musealia no Museu do Lixo. Quando o acervo já não é mais colocado numa avaliação que determina o seu grau de importância, tudo passa a ser digno de museu, o que não está isento das contradições e embates práticos e teóricos; O estudo aborda as dinâmicas cognitivas e sociais presentes no Museu do Lixo da COMCAP, em Florianópolis, e as heterotopias que refletem, espelham e conectam esse lugar a lugares outros, através do seu acervo, expografia, práticas educativas, circuito ambiental, atividades artísticas, propostas de melhoria de qualidade de vida, prática do consumo consciente e reciclagem de lixo. A tese contextualiza e situa os Museus do Lixo no âmbito do campo histórico e museal contemporâneo.Abstract : This thesis is about the consolidation of the consumer society and its surpluses, saturation caused by the intensified overproduction, in several urban centers, which modifies the population way of life. The approach of consumerism is essential to understand the configuration of the Garbage Museums in Brazil, in the cities of Belo Horizonte (MG), Campo Magro/Curitiba (PR), Florianópolis (SC) and São José dos Campos (SP). It presents and contextualizes the Garbage Museums, spaces that appear in the context of the excesses and dialogues with the proposal of a sustainable society that, at the same time, does not escape from the capitalist system, identifying its particularities. It perceives the garbage and its various appropriations, in this case from the Garbage Museum phenomenon in the mentioned cities. It also analyzes the ways of dealing with waste, as well as, the importance given to the selective collection before and after the implementation of the National Solid Waste Policy (PNRS) in 2010 in the four cities. The perception of what the museum possesses, deprives of value or consecrates, becomes necessary when one realizes that "everything" has become capable of musealization, including objects derived from the disposal of the consumer society. The insertion of discarded objects in art is an issue inserted in the (re)configuration and appropriations of the excesses. The museums and patrimony concept reformulations allow the current denomination of museum, and trash of the consumer society is (re)signified and recognized as musealia in the Garbage Museum. When the collection is no longer placed in an evaluation that determines its degree of importance, everything becomes worthy of a museum, which is not free from contradictions, practical and theoretical conflicts. This study perceives the current cognitive and social dynamics in the Garbage Museum of COMCAP in Florianópolis and the heterotopias that reflect and connect this place to other places, through its collection, exhibit design, educational practices, environmental circuit, artistic activities, quality of life improvement proposals, conscious consumption and waste recycling practices. The thesis contextualizes and situates the Garbage Museums within the current historical and museological field.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2018.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/191166
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View
PHST0621-T.pdf 5.800Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar