O significado atribuído à gestão do cuidado de enfermagem para a qualidade da atenção obstétrica e neonatal por enfermeiras da atenção primária à saúde de Florianópolis

DSpace Repository

A- A A+

O significado atribuído à gestão do cuidado de enfermagem para a qualidade da atenção obstétrica e neonatal por enfermeiras da atenção primária à saúde de Florianópolis

Show full item record

Title: O significado atribuído à gestão do cuidado de enfermagem para a qualidade da atenção obstétrica e neonatal por enfermeiras da atenção primária à saúde de Florianópolis
Author: Amorim, Tamiris Scoz
Abstract: Este trabalho teve como objetivo compreender o significado da gestão do cuidado de enfermagem para a qualidade da atenção obstétrica e neonatal na visão de enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de Florianópolis. Estudo qualitativo baseado no referencial teórico-filosófico do Pensamento Complexo de Edgar Morin e no referencial teórico-metodológico da Teoria Fundamentada nos Dados na versão Straussiana (2015). Integra o Macroprojeto intitulado Gestão do cuidado de enfermagem para a qualidade da atenção obstétrica e neonatal coordenado pela Prof.ª Dra. Marli Terezinha Stein Backes com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (chamada MCTI/CNPQ/Universal 14/2014). O processo de coleta, análise e construção da teoria seguiu os preceitos da amostragem teórica. Os dados foram constantentemente comparados e analisados por meio da codificação aberta, axial e integração, com apoio do software NVIVO10®. Seguiram-se seis etapas, sequenciais e alternadas, de coleta e análise de dados, de setembro de 2016 a setembro de 2017, intercalaram-se observações participantes nos Centros de Saúde e na Secretaria Municipal de Saúde com entrevistas individuais com enfermeiras da atenção primária. A primeira etapa de coleta iniciou com observação em um Grupo de gestantes, de setembro a dezembro de 2016. Na segunda etapa, a observação ocorreu em uma Reunião de enfermeiros. Na terceira etapa, realizaram-se cinco entrevistas individuais. Na quarta etapa, realizou-se observação em uma consulta de enfermagem pré-natal. Na quinta etapa, realizaram-se seis entrevistas individuais, e na sexta etapa realizou-se observação em um Centro de Saúde. A saturação teórica dos dados ocorreu com 11 entrevistas e com quatro observações participantes. Da análise, emergiu o fenômeno da pesquisa: Provocando mudanças na atuação do enfermeiro da atenção primária que compreende três categorias: 1) Categoria - Compreendendo os significados da gestão do cuidado de Enfermagem na atenção primária, a qual apresenta as condições/contradições para a gestão do cuidado de enfermagem, pensando na qualidade da atenção ao ciclo gravídico-puerperal; 2) Categoria - Lidando com o movimento antagonista e regulador que influencia a qualidade, apresenta as alianças movidas em favor da Enfermagem, tais como: a criação de uma comissão representativa da Enfermagem, a interdisciplinaridade, a intersetorialidade e as interações neste processo, como a necessidade de melhorar a comunicação entre atenção primária e maternidade, a falta de recursos humanos em número suficiente e a disponibilidade de insumos assistências e os entraves com a Gestão municipal; 3) Categoria - Melhorando a qualidade para promover a resolutividade da atenção primária, apresenta o componente de consequências frente às condições/contradições e ações/interações em prol da qualidade. Destacam-se como benefícios conquistados a partir deste movimento em favor da mudança na atuação do enfermeiro na atenção primária: para as usuárias, a ampliação do acesso aos serviços e ações de saúde, a promoção de boas práticas de atenção à gestação, parto e nascimento e o empoderamento/competência/autonomia materna; para os enfermeiros, a ampliação da prática clínica e da autonomia profissional, com maior resolutividade e qualidade na atenção; para os Sistemas de Saúde: o fortalecimento de iniciativas com vistas à qualidade da atenção obstétrica e neonatal e o fortalecimento da Atenção Primária.Abstract : This study aimed to understand the meaning of nursing care management for the quality of obstetric and neonatal care in the view of primary health care nurses in Florianópolis. A qualitative study based on the theoretical-philosophical reference of Edgar Morin's Complex Thought and on the theoretical-methodological framework of Theory Based on Data in the Straussian version (2015). Integrates the Macroproject entitled "Management of nursing care for the quality of obstetric and neonatal care" coordinated by Prof. Marli Terezinha Stein Backes with funding from the National Council for Scientific and Technological Development (MCTI / CNPQ / Universal 14/2014 ). The process of collecting, analyzing and constructing the theory followed the precepts of theoretical sampling. Data were constantly compared and analyzed using open, axial and integration coding, with the support of NVIVO10® software. Six sequential and alternate phases of data collection and analysis were carried out from September 2016 to September 2017. Participant observations were inserted in the Health Centers and in the Municipal Health Department with individual interviews with primary care nurses. The first stage of collection began with observation in a group of pregnant women, from September to December 2016. In the second stage, the observation occurred in a Nurses' Meeting. In the third stage, five individual interviews were conducted. In the fourth stage, observation was made at a prenatal nursing visit. In the fifth stage, six individual interviews were carried out, and in the sixth stage an observation was performed at a Health Center. The theoretical saturation of the data occurred with 11 interviews and with four participant observations. From the analysis, the research phenomenon emerged: Provoking changes in the primary care nurse's performance, which comprises three categories: 1) Category - Understanding the meanings of nursing care management in primary care, which presents the conditions / contradictions for the management of nursing care, considering the quality of attention to the pregnancy-puerperal cycle; 2) Category - Dealing with the antagonistic and regulating movement that influences quality, presents the alliances promoted in favor of Nursing, such as: the creation of a Nursing Committee, interdisciplinary, intersectoriality and interactions in this process, such as the need to improve communication between primary care and maternity, the lack of sufficient human resources and the availability of care supplies and obstacles to municipal management; 3) Category - Improving the quality to promote the primary health care, presents the consequences component of the conditions / contradictions and actions / interactions in favor of quality. Emphasis is given to the benefits gained from this movement in favor of the change in nurses' performance in primary care: for the users, the expansion of access to health services and actions, the promotion of good practices for attention to pregnancy, childbirth and birth and maternal empowerment / competence / autonomy; for nurses, the expansion of clinical practice and professional autonomy, with greater resolution and quality in care; for Health Systems: the strengthening of initiatives aimed at the quality of obstetric and neonatal care and the strengthening of Primary Care.
Description: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2017.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/190693
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar