Desemprego estrutural na era da globalização

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Desemprego estrutural na era da globalização

Mostrar registro completo

Título: Desemprego estrutural na era da globalização
Autor: Martins, Graciane Prim
Resumo: A globalização e o desemprego são temas muito discutidos na atualidade. Para melhor entender estes fenômenos, procurou-se traçar algumas inter-relações desta temática com o surgimento da tecnologia, buscando assim compreender melhor o problema do desemprego estrutural. Neste contexto, foram analisados o impacto do capitalismo predatório, com os seus blocos econômicos e seus efeitos numa economia globalizada. Tendo em vista que o desemprego tornou-se um grande desafio social e econômico nos países desenvolvidos e, sobretudo nos países em desenvolvimento, objetivou-se fazer uma abordagem em vários âmbitos, ou seja, considerando suas modalidades, para assim avaliar o fenômeno em seu aspecto multifacetado. O estudo aborda o processo de globalização, desde sua origem até tempos atuais, com enfoque direto no mercado de trabalho, o que implica em profundas transformações na organização da produção, estrutura das empresas, na organização do trabalho e na implantação de novas formas de trabalho, em decorrência de oportunidades geradas pela difusão de novas tecnologias de informação. Foi analisado com afinco, os efeitos desse processo tecnológico frente aos postos de trabalho, seus efeitos e suas causas. Não sendo a globalização uma realidade nova, traduz uma nova fase de desenvolvimento econômico e social das sociedades contemporâneas. As empresas, mais do que os mercados, tornaram-se os vetores fundamentais deste processo e, neste contexto, a globalização é definida como um conjunto de condições nas quais uma parte crescente do valor da riqueza é produzida e repartida através do mundo. O favorecimento de uma produção cada vez mais intensiva em conhecimento, geradora de um surto de novos produtos e de uma redução no ciclo de vida industrial. Hoje, mudanças profundas acontecem no campo do trabalho, provocadas em grande parte pela revolução da microeletrônica, da automação e da robótica. Com base em tais considerações, buscou-se revelar a relação entre globalização e desemprego estrutural, mas especificamente, explorar as causas e os efeitos do desemprego estrutural na era da globalização através de pesquisa bibliográfica e dados empíricos.
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/121940
Data: 2006


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
Economia295527.pdf 306.7Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar