A inserção das empresas multinacionais na economia mundial

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A inserção das empresas multinacionais na economia mundial

Mostrar registro completo

Título: A inserção das empresas multinacionais na economia mundial
Autor: Taragano, Jonas
Resumo: O presente trabalho visa ser um estudo sobre as empresas multinacionais. O objetivo da pesquisa se volta ao ramo do comércio internacional, onde são estudadas as transferências dos fatores produtivos entre países, integrando mundialmente as relações comercias e produtivas através das corporações multinacionais. A importância da abordagem neste tema se transmite através da compreensão de como o sistema capitalista alterou suas relações comerciais e produtivas entre as fronteiras nacionais. As empresas multinacionais estabeleceram um marco histórico no capitalismo, pois superaram em poder os Estados-nação e deram início a uma nova configuração da economia mundial, em que a dimensão predominante passa a ser a da mobilidade da produção dos bens e serviços, além de contribuírem para amadurecimento da globalização financeira. O estudo se volta para os fatores históricos que proporcionaram estas empresas, até então nacionais, a instalarem bases produtivas em países estrangeiros, se tornando assim empresas multinacionais. As estratégias de expansão utilizadas pelas empresas multinacionais apareceram de forma a favorecer a produção das empresas através do investimento direto externo, por razões como a redução dos custos de produção, baixos níveis salariais dos países receptores e até sob o pretexto de investimento de longo prazo, através da inserção em um potencial mercado regional. São vistas algumas características dos principais países originários das empresas multinacionais, notavelmente a tríade, composta por Estados Unidos, Japão e União Européia. Através das características das grandes empresas nacionais de origem triádica, que viriam a se tornar multinacionais, pode-se observar as razões históricas que favoreceram essa nova dinâmica da produção mundial. Além disso, são estudadas as principais vantagens que as empresas originadas nos países centrais obtém sobre as concorrentes estrangeiras. Posteriormente, a atenção se volta para as empresas multinacionais nos dias atuais, através de alguns gráficos e dados, onde podem ser observadas as tendências crescentes de acumulação das empresas, além das estratégias utilizadas por estas grandes organizações.
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Economia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/121089
Data: 2011


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
298987.pdf 548.4Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar