Qualidade das condições para viver e qualidade de vida: da objetividade da visão à subjetividade da percepção

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Qualidade das condições para viver e qualidade de vida: da objetividade da visão à subjetividade da percepção

Mostrar registro completo

Título: Qualidade das condições para viver e qualidade de vida: da objetividade da visão à subjetividade da percepção
Autor: Hoffmann, Andrea Ferreira
Resumo: Seguramente Qualidade de vida e qualidade das condições para viver são noções indissociáveis, no entanto, são passíveis sim de distinção. E a partir disso e de avaliações de diferentes olhares, é possível derivar um Indicador da Qualidade de Vida (IQV) e um Indicador da Qualidade das Condições para Viver (IQCV). Neste caso, o IQV resultaria mais da subjetividade da percepção de moradores de comunidades rurais e o IQCV mais da objetividade da visão de técnicos. Então para avaliar o quanto subjetividade e objetividade se relacionam em qualidade de vida aplicou-se o IQV e o IQCV em uma comunidade agrícola localizada no estado do Tocantins. No entanto, como não há uma visão puramente objetiva, tão pouco uma exclusiva percepção subjetiva, mas sim uma forte (inter)relação entre ambas, aponta-se aqui a necessidade e a importância de se trabalhar objetividade paralelamente à subjetividade. Afinal trabalhar objetividade integrada, imbricada, inter-relacionada à subjetividade, também é promover satisfação com a vida a partir de Qualidade de Condições para Viver.
Descrição: TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/119705
Data: 2008


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
252824.pdf 2.991Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar