A Inclusão das pessoas com deficiência na rede educacional pública: inclusão ou segregação?

DSpace Repository

A- A A+

A Inclusão das pessoas com deficiência na rede educacional pública: inclusão ou segregação?

Show full item record

Title: A Inclusão das pessoas com deficiência na rede educacional pública: inclusão ou segregação?
Author: Gomes, Selma Graciele
Abstract: A compreensão da questão da deficiência na sociedade atual requer sua análise no decorrer da história, história esta marcada pela passagem de cada modo de produção. O resgate histórico do tema deficiência torna-se imprescindível para a compreensão da questão da deficiência com base no entendimento de que tal questão é uma construção histórica. Neste sentido, o processo de exclusão e/ou segregação social das pessoas com deficiência co-existe em vários espaços da sociedade, dentre eles o espaço educacional, que embora pregue uma educação inclusiva acaba por reiterar marcas do passado no que se refere à discriminação. Assim, diz-se que a discussão sobre a discriminação que existe na sociedade atual é fruto da construção histórica de um modelo que impõe a ideologia de normalidade como regra a ser seguida. Com isso, é preciso entender as discussões sobre a inserção destes sujeitos a partir de cada modelo baseado em práticas voltadas a atender estas pessoas em cada época. Primeiramente, se tinha a exclusão destes dos espaços da sociedade ditos comuns. Após, discutia-se a sua inserção, mas em espaços segregados que tratavam a deficiência como se esta fosse uma doença. Com o advento das lutas pela inserção destes sujeitos nos vários espaços da sociedade, veio o modelo baseado na integração, modelo este que não garante condições de acesso nestes espaços. Por fim, discute-se o modelo inclusivo que prega uma sociedade para todos (as). Através do exposto, compreende-se a relevância de se ater ao tema com vistas a compreender a inclusão e/ou segregação destes sujeitos no âmbito educacional, que no presente trabalho foi o espaço onde se desenvolveu o processo investigativo. Este tema foi despontado no estágio realizado no Programa Integrado de Atenção às Pessoas com Deficiência que se desenvolveu no Núcleo de Estudos da Criança, Adolescente e Familia (NECAD), propiciando a aproximação ao tema de pesquisa. Assim, com a intenção de estudar sob quais condições estes sujeitos tem acesso à educação superior, desenvolveu-se pesquisa exploratória tendo como metodologia um processo investigativo que compreendeu estudos teóricometodológicos, levantamento de dados secundários via documentos do Departamento de Administração Escolar, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e, por fim, entrevista semi-estruturada com os sujeitos com deficiência inseridos na Universidade Federal de Santa Catarina. Os resultados obtidos através do processo investigativo trazem a realidade destes sujeitos na rede educacional de ensino superior, realidade esta que reflete as marcas de um passado estigmatizador e excludente que ainda teima em deixar as pessoas com deficiência à margem de serviços dignos. Assim sendo, entende-se ser urgente a necessidade de se garantir o que as leis trazem referentes aos direitos das pessoas com deficiência, para que estas, enquanto sujeitos de direitos, tenham condições equânimes de acesso à educação e, principalmente, a garantia de condições dignas de vida para que sejam autônomas, uma vez que, sem tais condições estes sujeitos estão imobilizados a terem uma vida independente e decente como qualquer outro cidadão
Description: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/119151
Date: 2007


Files in this item

Files Size Format View
286669.pdf 44.84Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Compartilhar