Migração, turismo e qualidade de vida em Florianópolis: a abordagem da mídia escrita no período de 1997 a 2006

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Migração, turismo e qualidade de vida em Florianópolis: a abordagem da mídia escrita no período de 1997 a 2006

Mostrar registro completo

Título: Migração, turismo e qualidade de vida em Florianópolis: a abordagem da mídia escrita no período de 1997 a 2006
Autor: Reis, Priscilla Gomes
Resumo: Este estudo teve como intuito realizar uma análise da abordagem da mídia escrita sobre o processo migratório para Florianópolis. O impulso inicial partiu do interesse em pesquisar a temática da migração para a capital, devido ao estágio curricular obrigatório realizado no Núcleo de Apoio à Família # Rodoviário, programa da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Partimos da hipótese de que a abordagem da mídia escrita e a real situação da cidade se contradizem. A metodologia de pesquisa contemplou uma pesquisa documental no jornal Diário Catarinense. Foram selecionadas aquelas notícias relacionadas à migração para Florianópolis, as notícias que dão ênfase à qualidade de vida e à vocação turística da capital, as notícias que enfatizam as oportunidades, principalmente de trabalho, que supervalorizam a capital, bem como aquelas que envolvem a migração dos segmentos subalternizados. O período analisado foi de 1997 a 2006, isto devido a necessidade de pesquisar a realidade social dos migrantes através de fenômenos atuais, enfocando os momentos históricos nos quais o país estava inserido. A partir dessa contextualização, procuramos analisar a notícia sob um viés crítico, como uma mercadoria, percebendo as concepções ideológicas reproduzidas pelo jornal. Nesse sentido, no decorrer do trabalho, foi abordado aspectos relacionados à mídia e a notícia, à atividade turística exercida na capital e sua estreita relação com o fenômeno migratório, e a qualidade de vida, como símbolo de Florianópolis. Embora não fosse objetivo inicial fazer algumas reflexões sobre a vocação turística de Florianópolis, houve a necessidade de contemplar este tópico, devido ao grande destaque dado a esta temática pelo jornal Diário Catarinense, fato que foi possível constatar durante a realização da coleta de dados no jornal. Questionar o discurso da qualidade de vida na capital, já tão naturalizado na sociedade local, contrapondo com aspectos da real situação vivida por grande parcela da população, tornou-se foco deste trabalho. Foi possível perceber os interesses que estão por trás de cada notícia, de cada destaque e de cada omissão do jornal, interesses da classe dominante, de empresários e políticos. A mídia tem um papel significativo no que diz respeito a formar opiniões, pois não apresenta neutralidade em seus conteúdos. Realizamos esta pesquisa com o propósito de interrogarmos sobre fatos e características de Florianópolis e do Estado de Santa Catarina expostos na mídia como únicos e verdadeiros. Compreender a realidade sob um viés crítico, de maneira mais aprofundada, é uma necessidade para analisar e questionar o modelo societário vigente, para que respostas efetivas possam ser construídas, é uma necessidade de profissionais que se relacionam cotidianamente com questões contraditórias e conflitantes, como o assistente social. Quanto mais o assistente social conhecer a realidade, maior será sua capacidade de agir diante das demandas, probl em atizando-as
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/118962
Data: 2007


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
285857.pdf 5.048Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar