Implante zigomático: revisão de literatura

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Implante zigomático: revisão de literatura

Mostrar registro completo

Título: Implante zigomático: revisão de literatura
Autor: Sell, Priscila
Resumo: A restauração da maxila edêntula atrófica mostra um grande dilema para os cirurgiões-dentistas. Pacientes com moderada ou severa atrofia desafiam o cirurgião para utilizar alternativas como os enxertos autógenos ou autoplásticos. Alguns destes tratamentos incluem múltiplas cirurgias e a restrição do uso de dentadura por longos períodos (FERRARA; STELLA, 2004). Uma alternativa para o tratamento deste grupo de pacientes são os implantes zigomiticos (BEDROSSIAN et al., 2002). Brãnemark e colaboradores desenvolveram o implante zigomitico em 1990 para reabilitação de pacientes com severa reabsorção maxilar. Em comparação aos outros procedimentos cirúrgicos para aumentar o rebordo alveolar, o implante zigomático apresenta uma reabilitação menos traumática e um tempo do tratamento mais curto. Branemark relatou 97% de sucesso com 164 implantes zigoinaticos realizados há 10 anos. 0 implante zigomático pode ser indicado para: maxilas severamente reabsorvidas, defeitos maxilares ocasionados por traumas ou por tumores (FERRARA; STELLA, 2004). As primeiras experiências com os implantes zigomáticos focalizaram somente nos procedimentos cirúrgicos. 0 sucesso em longo prazo, entretanto, esta relacionado ao tecido periitnplantar saudável, ou seja, tecido sem sinal de infecção (AL-NA WAS, 2004). Acerca da revisão realizada do período de 2003 a 2006 conclui-se que o implante zigomático é uma importante alternativa para o tratamento de maxilas atróficas, podendo ser um tratamento previsível quando bem indicado e executado.
Descrição: Monografia de especialização - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Implantodontia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/118960
Data: 2007


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
259105.pdf 7.758Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar