O Alcoolismo e suas interfaces no mundo do trabalho: uma experiência vivenciada na Casan Regional Florianópolis

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

O Alcoolismo e suas interfaces no mundo do trabalho: uma experiência vivenciada na Casan Regional Florianópolis

Mostrar registro completo

Título: O Alcoolismo e suas interfaces no mundo do trabalho: uma experiência vivenciada na Casan Regional Florianópolis
Autor: Cúrcio, Karla Helena Crispim
Resumo: Este trabalho trata sobre as interfaces do alcoolismo no Mundo do trabalho, abordando a questão no âmbito da empresa CASAN-Companhia catarinense de Águas e Saneamento, a partir da realidade vivenciada durante o período de estágio curricular obrigatório. As constantes mudanças vivenciadas no Mundo do Trabalho, resultantes do capitalismo monopolista, contribuíram para o enfraquecimento da organização dos trabalhadores. Neste contexto, o indivíduo com problemas relacionados ao consumo de drogas psicoativas encontra-se em uma situação de maior vulnerabilidade, haja vista a competitividade, e a redução do vinculo empregatício através da terceirização dos serviços, ocasionando assim numa diminuição dos investimentos por parte do empregador no que se refere ao tratamento, prevenção e a qualidade de vida do trabalhador. Na atualidade, o alcoolismo na empresa, vem tornando-se um dos problemas sociais de maior relevância e demanda, sendo necessário desta forma um maior foco acerca do assunto por parte dos profissionais envolvidos na temática como dos empregadores. As empresas, visando apenas o lucro e a produção em grande escala, vem permitindo com que a doença alcoolismo de prolifere em seu interior, isto porque não há a preocupação com a questão social que envolve o trabalhador, voltando-se apenas para o interesse econômico. Nesse sentido, para que o Serviço Social intervenha de maneira eficaz com o ser humano, é necessário que obtenha um conhecimento adequado dos fenômenos sociais existentes. Desta forma, para entendermos a realidade que perpassa a questão do alcoolismo, se faz necessário conhecermos a sua origem história e a repercussão na sociedade, bem como as causas, as fases e o reconhecimento deste como doença pela Organização Mundial de Saúde. Nessa perspectiva, para intervirmos em nosso objeto de estudo se fez necessário compreendermos as políticas sociais numa visão macro e micro que envolvia a temática, tais como a Lei Federal anti- tóxico e a Norma Interna da CASAN SIAD 025. Diante do embasamento teórico metodológico adquirido, o Serviço Social no caso do alcoolismo interage como uma mola propulsora de mudanças, compreendendo a problemática e esclarecendo-a em todo o seu contexto, utilizando as ferramentas de trabalho, como a pesquisa, para apresentar suas indagações e resultados verificados ao longo do processo de estágio
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/118172
Data: 2004


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
288265.pdf 35.01Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar