Projeto Acolher: uma alternativa de enfrentamento da fragmentação no atendimento às famílias

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Projeto Acolher: uma alternativa de enfrentamento da fragmentação no atendimento às famílias

Mostrar registro completo

Título: Projeto Acolher: uma alternativa de enfrentamento da fragmentação no atendimento às famílias
Autor: Steinbach, Carla Cristina de Souza
Resumo: A Constituição Federal de 1988 juntamente com a LOAS Lei n.° 8.742/1993 (Lei Orgânica da Assistência Social) estabelece atendimento universal is famílias e seus segmentos. Verifica-se que a política de Assistência Social, em sua prática vive um contraste entre a universalidade prevista em lei e a focalização e seletividade, que a política social do século XXI impõe. Não se tem um política formulada de atendimento direcionado à família, buscando o atendimento de sua totalidade, sendo que o mesmo deveria existir, pelo fato de que a família é a principal socializadora, onde são formados os indivíduos. Hoje o atendimento é realizado de forma residual, focalizado e fragmentado, muitas vezes as famílias são atendidas por vários programas, que não estabelecem as ações globais. As famílias de um modo geral são atendidas de forma individualizada, e sempre priorizando o os indivíduos problemas. Não há uma interligação entre as políticas de atendimento, ou seja, não ha uma ação integrada para que a família se emancipe daquela situação de dependência do Estado. Buscando uma alternativa no enfrentamento destas questões o Projeto Acolher, surgiu como alternativa diferenciada no atendimento, pois priorizou através de um trabalho sistemático e continuo o atendimento à família. A pesquisa contida nesta monografia, procurou através da opinião dos profissionais que participaram do Projeto, verificar a diferenciação no atendimento prestado, através do trabalho em grupo. Percebeu-se também nas falas dos profissionais, que o atendimento prestado nos programas, é insuficiente e incapaz de promover a emancipação das famílias. 0 Projeto Acolher como uma forma diferenciada de atendimento, possibilitou as famílias e aos profissionais uma integração e a troca de experiência que não são possíveis de serem realizados no atendimento individualizado. Não se pensa em substituir as politicas de atendimentos já impostas, mas sim criar alternativas que auxiliem essa forma de realizá-las, tornando o trabalho mais eficaz
Descrição: TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/114381
Data: 2003


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
288389.pdf 24.86Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar