As alterações gastrointestinais e olfatórias precedem os sinais motores no modelo experimental da doença de Parkinson induzido pela rotenona

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

As alterações gastrointestinais e olfatórias precedem os sinais motores no modelo experimental da doença de Parkinson induzido pela rotenona

Mostrar registro completo

Título: As alterações gastrointestinais e olfatórias precedem os sinais motores no modelo experimental da doença de Parkinson induzido pela rotenona
Autor: Morais, Lívia Hecke
Resumo: Existem hipóteses que o processo patológico da Doença de Parkinson inicia-se no Sistema Nervoso Entérico e no bulbo olfatório. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi avaliar se a administração oral de um pesticida, rotenona, seria capaz de mimetizar a progressão temporal do parkinsonismo em camundongos, considerando os efeitos locais no trato gastrointestinal, efeitos comportamentais e neuroquímicos. Neste estudo, camundongos machos receberam administrações orais diárias de rotenona ou o veículo (carboximetilcelulose à 0,5%) por até 28 dias. Nossos resultados demonstram que o tratamento com a rotenona diminui a motilidade gastrointestinal associada à inflitração de leucócitos no cólon. Além disso, a rotenona prejudicou a discriminação e o reconhecimento olfativo, ao mesmo tempo em que induziu aumento taxa de renovação da serotonina no bulbo olfatório, sugerindo que as alterações neuroquímicas encontradas possam estar relacionadas ao prejuízo do processamento olfatório. No presente estudo, o comprometimento intestinal e olfatório precedem os danos motores, de maneira semelhante ao observado na Doença de Parkinson. Apesar disso, não houve diferença na concentração de monoaminas estriatais. O presente estudo demonstrou a importância do modelo experimental induzido pela administração oral de rotenona rotenona para compreensão dos mecanismos envolvidos nas alterações pré-motoras da Doença de Parkinson. Além disso, nossos resultados reforçam a importância da exposição a toxinas ambientais como fator de predisposição para a Doença de Parkinson. Ainda, esses resultados ressaltam a importância da via oral como porta de entrada para toxinas ambientais e o epitélio gastrointestinal como a primeira barreira de contato entre pesticidas e o organismo <br>Abstract: Accumulating evidence suggested that the pathological process of Parkinson´s disease starts in the enteric nervous system and in the olfactory bulb. However this hypothesis has not yet been fully investigated. Therefore, the aim of this study was to investigate the role of enteric nervous system and olfactory bulb in the onset of Parkinson?s disease induced by rotenone administration in mice. Male Swiss mice received daily oral administrations of rotenone 30 mg/kg or vehicle (0.5% carboxymetylcellulose) up to 28 days. Our results showed that rotenone was able to reduce the gastrointestinal motility, which was associated to leukocyte infiltration in the colon. Regarding the olfactory function, rotenone disrupted the discrimation and recognition abilities. At the same time, this treatment increased the serotonin turnover in the olfactory bulb, which suggests that these neurochemical alterations may be linked with the abnormal processing of odor stimulus. These alterations preceded the appearance of motor disability in our model, such as in Parkinson´s Disease clinical condition. Despite of it, no difference was found in monoaminergic concentrations in striatum. The current result indicated that rotenone model can be an important tool for studying premotor phase of parkinsonism in rodents. Moreover, our results reinforce the importance of environmental exposure to toxins and the key role of intestinal epithelium as the first point of contact with pesticides and chemical agents.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2013
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107483
Data: 2013


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
319041.pdf 2.064Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar