Aspectos sobre a ecologia e taxonomia de fungos poliporoides (Basidiomycota) da Mata Atlântica de Santa Catarina, Brasil

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Aspectos sobre a ecologia e taxonomia de fungos poliporoides (Basidiomycota) da Mata Atlântica de Santa Catarina, Brasil

Mostrar registro completo

Título: Aspectos sobre a ecologia e taxonomia de fungos poliporoides (Basidiomycota) da Mata Atlântica de Santa Catarina, Brasil
Autor: Silva, Marco Antonio Borba da
Resumo: Políporos é um dos principais grupos de fungos decompositores de madeira, contudo, o conhecimento sobre sua diversidade ainda é escasso. Em Santa Catarina, a sinopse sobre a diversidade dos macromicetos apresenta 247 espécies de fungos, destas, 143 são poliporoides, principalmente da região insular. Para a continuidade e o avanço do conhecimento sobre a diversidade de fungos poliporoides que ocorrem na Mata Atlântica de Santa Catarina, foram estudados aspectos sobre a ecologia de comunidades fúngicas, particularmente de uma área pouco explorada, bem como um complexo taxonômico que ocorre na região. Primeiramente foi avaliada e caracterizada a comunidade de políporos em uma área de Floresta Ombrófila Densa do Parque Nacional da Serra do Itajaí, em termos de riqueza, abundância e funcionalidade. Entre os 152 espécimes coletados 58 espécies foram identificadas. Polyporus dictyopus, Perenniporia martia e Fuscoporia walhbergii foram as espécies dominantes. Com base nas frequências relativas nos diferentes tipos e substratos foram encontrados cinco grupos funcionais, dos quais dois formados por Phylloporia spathulata (em raízes vivas no solo) e Phylloporia chrysita (em lianas vivas) e os outros três constituídos por espécies saprofíticas, sendo cada grupo caracterizado pela presença de uma das espécies dominantes citadas. Finalmente, Phellinus piptadeniae é apresentada como um complexo taxonômico, em processo de especiação, a partir de evidências ecológicas (hospedeiro e distribuição geográfica) e filogenéticas. <br>Abstract : Polypores is one of the most important groups of wood-decay fungi; however, its diversity knowledge is still scarce. In Santa Catarina state, a synopsis of macrofungi diversity presented 247 species, of which 143 are polypores, mainly from insular region. In order to continue and improve the knowledge about the diversity of polypores, wich are occurring in the Atlantic Forest of Santa Catarina, ecological aspects of fungal communities were studied, in an unexplored area, as well as a complex taxonomy that occurs in the region. Firstly, was described the community of wood-decaying polypores in the Atlantic Rain Forest of Parque Nacional da Serra do Itajai, characterizing the community in terms of richness, abundance and functionality. Among 152 specimens collected 58 species were identified. Polyporus dictyopus, Perenniporia martia and Fuscoporia walhbergii were the dominant species. Based on the relative frequency in the different types of substrates where five functional groups were recognized. Two of them were formed by Phylloporia spathulata (on live roots in the ground) and Phylloporia chrysita (on live trunks); and three other functional groups, consisting of saprophytic species, each of them was characterized by the presence of one of the dominant species. Finally, Phellinus piptadeniae is presented as a taxonomic complex, in a speciation process, evidenced by the existence of two phylogenetic and ecological (host and geographic distribution) lineages.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Algas e Plantas, Florianópolis, 2013.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107446
Data: 2013


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
319753.pdf 1.259Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar