Passivos contingentes na bolsa de valores de Nova York: uma análise comparativa entre as empresas estrangeiras

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Passivos contingentes na bolsa de valores de Nova York: uma análise comparativa entre as empresas estrangeiras

Mostrar registro completo

Título: Passivos contingentes na bolsa de valores de Nova York: uma análise comparativa entre as empresas estrangeiras
Autor: Costa, Eduardo Baldoino da
Resumo: A presente pesquisa procurou obter uma visão geral sobre as características dos passivos contingentes nas empresas estrangeiras que negociam ações na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), além de procurar encontrar possíveis explicações para tais características. O estudo levantou os passivos contingentes de 102 empresas que publicam seus demonstrativos financeiros em IFRS na NYSE, utilizando hipóteses de pesquisa que pudessem explicar a forma como tais contingências foram distribuídas e o seu nível de significância financeira. Considerou-se que os seguintes fatores poderiam afetar a significância financeira dos passivos contingentes: (i) setor da empresa, (ii) o sistema legal do país da empresa e (iii) os valores sociais do país da empresa, refletidos pela teoria de Gray (1988). Dos três fatores testados, apenas a teoria de Gray apresentou diferenças estatisticamente significativas na significância financeira dos passivos contingentes. Levantou-se que a América Latina divulga maior proporção de passivos contingentes que a Europa ou Ásia/Pacífico, tendo como grande fator de influência as contingências tributárias das empresas brasileiras. A teoria de Gray (1988) pôde ser confirmada na análise isolada dos países latinos desenvolvidos (Brasil), anglo (Inglaterra) e Ásia colonial (China). Os passivos contingentes também se destacam com distribuições diferentes entre os continentes, onde na América Latina a predominância é dos tributários, na Europa os processos cíveis e na Ásia / Pacífico as garantias financeiras. Verificou-se que as empresas brasileiras tendem a evidenciar mais contingências que as demais e que a maioria das contingências lá evidenciadas (67%) são tributárias. As contingências ambientais são mais relevantes nas empresas do setor de petróleo e gás. Os países com as empresas que evidenciaram os passivos contingentes mais significantes foram o Brasil (33%), a Itália (22%) e o México (16%), respectivamente. Do lado dos menos significantes estão a Argentina (0,0%), Suiça (0,1%) e Luxemburgo (0,2%). <br>Abstract : This research sought to obtain an overview of the characteristics of contingent liabilities in foreign companies that trade shares on the stock exchanges of New York (NYSE), and try to find possible explanations for such characteristics. The study raised the contingent liabilities of 102 companies that publish their financial statements under IFRS on the NYSE, using research hypotheses that could explain how such contingencies were distributed and the level of financial significance. It was considered that the following factors could affect the financial significance of contingent liabilities: (i) sector of the company, (ii) the legal system of the country of the company and (iii) the social values of the country of the company, reflected by the theory of Gray (1988). Of the three factors tested, only the theory of Gray statistically significant differences in the financial significance of contingent liabilities. We find that Latin America discloses more contingent liabilities than Europe and Asia / Pacific, driven by the high tax contingencies of Brazilian companies. Gray's theory (1988) could be confirmed in the isolated analysis of Latin developed countries (Brazil), Anglo (England) and colonial Asia (China). Contingent liabilities are also distributed differently between continents, whereas in Latin America the predominance is of tax contingent liabilities, civil litigation in Europe and Asia / Pacific financial guarantees. It was found that Brazilian companies tend to show more contingencies than the others and that the majority of its contingent liabilities (67%) are tax related. The environmental contingencies are more relevant in the oil and gas companies. The countries with the companies that showed the most significant contingent liabilities were Brazil (33%), Italy (22%) and Mexico (16%), respectively. On the side of the least significant are: Argentina (0.0%), Switzerland (0.1%) and Luxembourg (0.2%).
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 2013.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107064
Data: 2013


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
319266.pdf 814.3Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar