A poesia de Carlos Drummond de Andrade: uma estranha ordem geométrica

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A poesia de Carlos Drummond de Andrade: uma estranha ordem geométrica

Mostrar registro completo

Título: A poesia de Carlos Drummond de Andrade: uma estranha ordem geométrica
Autor: Duarte, Daniel Soares
Resumo: Este trabalho tem por objetivo aproximar a poesia de CarlosDrummond de Andrade e a teoria dos sistemas, em especial a versãoque contempla os sistemas sociais comunicacionais, de Niklas Luhmann.A teoria de Luhmann possui caráter interdisciplinar em suaspremissas, baseando-se tanto na teoria sobre a autopoiese de HumbertoMaturana quanto da cibernética de segunda ordem, da fenomenologiacomo desenvolvida por Husserl, quanto em certos enfoques que a aproximamdas teorias desconstrucionistas. No entanto, Luhmann é críticode suas bases tanto quanto deve a elas. Sua teoria é funcional, no sentidobásico da palavra, concentrando-se mais na descrição de comosistemas organizam-se e interagem do que no que são sistemas. O trabalhoparte da relação entre a tentativa de totalidade sempre presentena leitura da poesia de Drummond, a impossibilidade de se alcançaressa totalidade e os processos de repetição que buscam assim expandir elevar ao leitor o que o poeta sente, aproximando o mais possível a expressãodesse horizonte, numa forma de ?irritação? na leitura. Após,detém-se sobre a repetição em Drummond como processo autopoiético,no sentido pensado por Luhmann, partindo de Maturana e dacibernética de segunda ordem: reentrada da forma na forma a partir dadependência sensível a condições iniciais. Trata-se de um procedimentoque ocorre nos mais vários níveis distintos, dos quais três são analisados:a persona gauche como espécie de borda delimitadora da poesia,em um nível alto de organização; os primeiros poemas de cada livrocomo condutores do viés dos poemas subsequentes, em um nível intermediário;e os versos iniciais dos poemas em um nível baixo, da leituraisolada de cada poema. Além disso, o trabalho aborda, também usando ateoria dos sistemas e os estudos cognitivos para a literatura, a importânciadas emoções para o poeta Drummond, como canal deconfraternização de sua poesia para os leitores e como sistema quemantém a unidade de sistemas psíquicos ao possuir elementos racionais,físicos, lógicos, perceptivos, sem se subsumir a esses elementos. <br>Abstract: In this dissertation, my main goal is to relate the poetry of CarlosDrummond de Andrade to systems theory, specially the version by NiklasLuhmann contemplating comunicational systems theory.Luhmann?s theory is interdisciplinary in its premisses, based upon bothMaturana and Varela?s theory of autopoiesis and second-order cybernetics,as well as upon Husserl?s phenomenology and certains aspects ofdeconstruction. However, Luhmann os critical to his basis as much asindebted to them. His theory is function, in the basic sense of the word,focusing more on the description of how do systems organize and interact,than on what they are. I first start from the relation between theattempt of totality, always present when reading Drummond?s poetry,to the impossibility of achieving this totality and the repetition processesthat aim to expand and take to the reader what the poet and hislyrical self feel, trying to approximate as much as possible expressionand horizon, in a form of "irritation" in reading. Afterwards, I focus onthe process of repetition in Drummond?s poetry as an autopoietic process,in the sense thought by Luhmann: a reentry of form into formfrom the sensitive dependency on initial conditions. it is a procedurethat can occur on many levels, of which I analyse three: the gauche personaas a kind of limitating boundary for Drummond?s poetry, in a highlevel of organization; the first poems of every book in the poet?s oeuvreas bias conductors for the poems following, on an average level; and theinitial verses of a poem in a lower level, when reading a poem in isolation.I also approach, using both systems theory and cognitive poetics,the importance of emotions for Drummond the poet, both as a channelfor fraternization in his poetry towards the reader and as a system thatkeeps the unity of psychic systems by having rational, physical, logicaland perceptive elements without subsuming to these elements.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2012
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/106709
Data: 2013-12-05


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
319861.pdf 1.413Mb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar