A política monetária dos Estados Unidos da América dita a liquidez do centro da economia-mundo?

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

A política monetária dos Estados Unidos da América dita a liquidez do centro da economia-mundo?

Mostrar registro completo

Título: A política monetária dos Estados Unidos da América dita a liquidez do centro da economia-mundo?
Autor: Namizaki, Gustavo Elysio
Resumo: O objetivo desta pesquisa é verificar se o Federal Reserve consegue afetar a liquidez monetária fora da jurisdição dos Estados Unidos da América, especificamente no G7, grupo dos sete países mais desenvolvidos. Para tanto, foram combinadas duas tradições teóricas, que utilizam dois diferentes métodos e duas diferentes ontologias. A primeira tradição é a teoria macroeconômica derivada do individualismo/empirismo como filosofia do Iluminismo Ocidental e a segunda é a perspectiva de análise dos sistemas-mundo derivada do materialismo e do idealismo também como filosofias do Iluminismo Ocidental. Por utilizar essas duas tradições, esta pesquisa apresenta uma parte dedicada à reconstrução histórica das condições por onde o dólar vem operando e outra parte dedicada à ilustração empírica. Com relação à primeira tradição, foram utilizados a teoria sobre o Efeito Fisher e o método de cointegração de Engle-Granger. Com relação à segunda, foram utilizados os conceitos à cerca dos ciclos sistêmicos de acumulação de Arrighi e a historiografia de Braudel, Block e Wallerstein. Os resultados da investigação empírica fornecem parcialmente sustentação para as hipóteses dos sistemas-mundo, no que tange ao poder da moeda da potência hegemônica e a situação de decadência da mesma. The purpose of this research is to verify if the Federal Reserve is able to affect monetary liquidity outside The United States of America#s borders, specifically in the countries which compose the Group of Seven, besides the U.S, Canada, France, Germany, Italy, Japan and The United Kingdom. For this aim, two different theoretical traditions, which use two different methods and two different ontologies, were combined. The first tradition is the macroeconomics, which comes from individualism/empirics as philosophy of the Western Illustration; the second tradition is the world-systems analysis, which comes from materialism and idealism as philosophies of the Western Illustration. Since it uses these two approaches, there are a historical reconstruction section, where the dollar influence operates, and an empirical section. For the first tradition, the theory about the Fisher Effect an the Engle-Granger co-integration method were applied; for the second, statements concerning the accumulation systemic cycles of Arrighi and Braudel, Block and Wallerstein historical support were applied. The results of the empirical investigation gives support for the world-systems hypothesis related to the influence of the hegemonic power and decade stage of it.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/106608
Data: 2008


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
266264.pdf 673.1Kb PDF Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar