Crise italiana: uma análise socioeconômica das causas e dos desdobramentos da fragilidade e da lenta recuperação

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Crise italiana: uma análise socioeconômica das causas e dos desdobramentos da fragilidade e da lenta recuperação

Mostrar registro completo

Título: Crise italiana: uma análise socioeconômica das causas e dos desdobramentos da fragilidade e da lenta recuperação
Autor: Oliveira, Rômulo Torres de
Resumo: A crise econômica tomou de assalto todas as economias da Europa, não poupando nem mesmo as que pareciam sólidas, principalmente em razão de sua moeda única e seus tratados de cooperação mútua. Neste trabalho, intenta-se abordar com mais atenção e detalhes o particular caso da Itália. O trabalho tem por objetivo mostrar as “causas especificamente italianas” que, além das demais que são comuns às outras economias da Zona do Euro, fizeram desse país uma preocupação extra para a saúde e o futuro da União Europeia. Posteriormente, busca-se lançar luz aos dados que mostram o endividamento italiano e a dificuldade encontrada no que tange à aprovação das reformas necessárias para a recuperação da nação, em razão das particularidades citadas previamente, apontando para as implicações à moeda comum e à zona comum de comércio num futuro próximo.
Descrição: TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/103887
Data: 2013-07-25


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização Descrição
Monografia do Romulo Torres.pdf 1.126Mb PDF Visualizar/Abrir PDF

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar