Inovações em sistemas de micropropagação in vitro do abacaxizeiro (Ananas comosus var. comosus) e caracterização genética de variedades crioulas do estado de Santa Catarina

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Inovações em sistemas de micropropagação in vitro do abacaxizeiro (Ananas comosus var. comosus) e caracterização genética de variedades crioulas do estado de Santa Catarina

Mostrar registro completo

Título: Inovações em sistemas de micropropagação in vitro do abacaxizeiro (Ananas comosus var. comosus) e caracterização genética de variedades crioulas do estado de Santa Catarina
Autor: Scherer, Ramon Felipe
Resumo: O abacaxizeiro (Ananas comosus var. comosus) é uma espécie domesticada no norte da América do Sul, a partir da espécie selvagem A. comosus var. ananassoides. No período anterior a conquista a espécie já estava dispersa por toda América Tropical e parte da Subtropical, configurando uma planta de grande importância social para os grupos humanos. Após o contato com os europeus o abacaxizeiro foi disperso pelo globo, e hoje se configura como uma das frutas tropicais de maior importância econômica mundial. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de abacaxi, tendo como principal consumidor o próprio mercado interno, mesmo apresentando um baixo consumo per capita da espécie. Isto configura um potencial de crescimento da exploração comercial da fruta, tanto no mercado interno como no externo. Em Santa Catarina a baixa produção de abacaxi, aliada ao consumo médio per capita da espécie maior que o nacional, tornam a revitalização do cultivo uma potencial oportunidade para a agricultura catarinense. Porém, para revitalizar o cultivo, os agricultores devem ter acesso a mudas de alto valor genético e isentas de pragas e doenças. A presente dissertação objetivou a caracterização genética de 29 genótipos presentes na coleção de germoplasma do CCA/UFSC, através de 7 marcadores microssatélites. Os acessos conservados na coleção são, em geral, genótipos locais do estado de Santa Catarina, configurando-se de grande importância genética regional. Nesta abordagem foi possível adaptar com sucesso um protocolo de extração de DNA genômico, extraído de partes de folhas basais de plantas adultas (aproximadamente 0,5g), obtendo-se em média 3750 ng de DNA genômico para cada acesso, concentrados em 75 µL de solução estoque. Porém, entre os lócus estudados o maior polimorfismo encontrado foi de 27,58%, o maior número de alelos foi 4, o máximo número efetivo de alelos foi de 1,597 e foi encontrado 3 alelos raros, sendo que dois deles em um mesmo lócus. Isto configura baixo poder de informação, impossibilitando a análise da distância genética e índices de variabilidade genética. A abordagem quanto a qualidade fitossanitária se deu por meio da elaboração de um protocolo de alta performance de micropropagação de abacaxizeiro baseado em culturas nodulares associadas a sistemas de imersão temporária. O protocolo foi dividido em indução e multiplicação de culturas nodulares, regeneração de microbrotos, crescimento à brotos e aclimatização. Os explantes utilizados foram bases foliares retiradas de brotos desenvolvidos in vitro. A melhor combinação de fitorreguladores para a indução de culturas nodulares foi 2 µM de ANA e 8 µM de 2-iP. Para a multiplicação de culturas nodulares a combinação que gerou os melhores resultados foi a de 2 µM de ANA e 2 µM de BAP em sistema de imersão temporária por meio de frascos duplos. Esta mesma combinação de fitorreguladores mostrou-se eficiente para a regeneração de microbrotos, porém, utilizando-se sistema de imersão temporária em frascos RITA®. Posteriormente, em sistema de imersão permanente, o crescimento de microbrotos foi mais adequado em meio de cultura contendo 10 µM de AG3. Brotos acima de 2 cm foram aclimatizados com sucesso em substrato composto por mistura (1:1) de casca de arroz carbonizada e Plantmax® HT, com uma porcentagem de sobrevivência superior a 92%.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2011
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/95673
Data:


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
291237.pdf 5.272Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar