Efeito da radiação ultravioleta B no comportamento vitícola da variedade (Vitis vinifera L.) Cabernet Sauvignon em São Joaquim, Santa Catarina

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Efeito da radiação ultravioleta B no comportamento vitícola da variedade (Vitis vinifera L.) Cabernet Sauvignon em São Joaquim, Santa Catarina

Mostrar registro completo

Título: Efeito da radiação ultravioleta B no comportamento vitícola da variedade (Vitis vinifera L.) Cabernet Sauvignon em São Joaquim, Santa Catarina
Autor: Madeira, Filipe Camargo
Resumo: Trabalho realizado na vinícola Villa Francioni Agro Negócios S.A., localizada no planalto Catarinense, no município de São Joaquim, Brasil. A área está situada a 1293 metros de altitude, em relação ao nível do mar, na latitude de 28º 15' 13" S e na longitude de 49º 57' 02" W. O experimento foi conduzido em blocos ao acaso, com 4 blocos e 5 plantas por parcela, na variedade Cabernet Sauvignon enxertada sobre Paulsen 1103, espaçamento 3,0m x 0,75m e condução em espaldeira. O experimento foi instalado no dia 10 de janeiro de 2010 e consistiram na utilização de filtros plásticos, com 5 metros de largura com espessura de 150 mícrons, que bloqueava 90% a frequência da radiação ultravioleta B (280 à 320nm). Sendo que, no tratamento 1, o filtro foi colocado cobrindo a face leste das plantas, com a intenção de bloquear a UV-B durante a parte da manhã. O tratamento 2 consistiu em bloquear o sol da tarde com instalação do filme plástico, na face oeste das plantas. O tratamento 3 foi o tratamento que as plantas foram coberta pelo filme plástico, impedindo assim a passagem dos raios UV-B durante todo o dia. No tratamento 4, a testemunha, as plantas não foram submetidas a nenhum tipo de filtro. O monitoramento climático foi feito por meio de uma estação metereológica instalada, dentro do vinhedo, no mesmo talhão onde foi instalado o experimento. As variáveis analisadas foram Sólidos Solúveis Totais (oBrix), Acidez Titulável (ATT), pH e Peso de 50 bagas. O objetivo deste trabalho foi o de comparar as Radiações Global, PAR, UV-AB no Litoral e no planalto Catarinense e verificar a influência da radiação UV-B na qualidade da uva Cabernet Sauvignon em São Joaquim, SC. Os resultados encontrados indicaram melhores valores de pH, oBrix, Acidez, Peso de 50 bagas, antocianinas e polifenóis no tratamento com o uso do filtro para radiação UVB nas duas faces. Assim, conclui-se que as radiações Global, UV-AB e PAR durante o período de maturação em São Joaquim-SC são superiores às radiações encontradas em Florianópolis-SC. A cobertura plástica com filtro de 90% UVB possibilitou aumentar os teores de sólidos solúveis totais e dos compostos fenólicos e reduz nos níveis de acidez total titulável da variedade Cabernet Sauvignon produzida em São Joaquim - SC.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2011
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/94864
Data: 2011


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
294420.pdf 1.965Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar