Educação em saúde bucal para deficientes visuais mediada por tecnologia da informação

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Educação em saúde bucal para deficientes visuais mediada por tecnologia da informação

Mostrar registro completo

Título: Educação em saúde bucal para deficientes visuais mediada por tecnologia da informação
Autor: Costa, Fabiana Oro Cericato
Resumo: A odontologia voltada ao atendimento dos pacientes portadores de necessidades especiais ainda é precária no Brasil. Apesar dos avanços tecnológicos na informática e na saúde, não existe uma ferramenta que auxilie os deficientes visuais na manutenção de bons níveis de saúde bucal. Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo desenvolver um modelo de abordagem educacional voltado a educação em saúde bucal dos portadores de deficiência visual, inserindo uma ferramenta web/Odonto Voice e utilizando tecnologias como Java Applets, PHP e MySQL, que permite a navegação em áudio e promovendo a interação destes com o computador e a web. A pesquisa desenvolvida contou com 54 alunos da ACIC (Associação Catarinense de Integração do Cego) portadores de cegueira total ou baixa visão. Os participantes foram divididos em 2 grupos: grupo A utilizavam o computador e acessavam a internet e grupo B não utilizavam o computador e acessavam a internet e 4 sub-grupos: A1 e B1 portadores de cegueira total e A2 e B2 portadores de baixa visão. A coleta dos dados ocorreu em várias etapas. Primeiramente os sujeitos do grupo A foram convidados a acessar individualmente o Odonto Voice, se cadastrar e responder ao questionário via internet e em seguida receberam orientações sobre saúde bucal via Sistema. Já para os sujeitos do grupo B o questionário foi respondido oralmente e após receberam orientações sobre saúde bucal oralmente com uso de material pedagógico. Posteriormente, foi coletado o ICP (Índice de Controle de Placa) inicial de ambos os grupos participantes. Após 30 dias de intervalo a coleta do ICP foi novamente coletado em ambos os grupos. Dos participantes desse estudo 26 possuíam ensino fundamental incompleto e uma faixa etária média de 34,19 anos. Com relação ao modo de percepção da placa bacteriana em 3 subgrupos o hálito foi apontado predominantemente. Dentre os resultados encontrados durante a realização do trabalho destaca-se a média do ICP, o qual apresentou a evolução dos seguintes resultados: de 9,35% para 8,0% nos participantes do sub-grupo A1; de 16,67% para 9% nos participantes do sub-grupo A2; de 28,25% para 19% nos participantes do sub-grupo B1; e de 10,10% para 8% nos participantes do sub-grupo B2. Registra-se que o parâmetro de avaliação do ICP considera adequado quando for menor ou igual a 10%, e inadequado quando o ICP for maior que 10%. Apenas o sub-grupo B1 apresentou resultado médio considerado inadequado, apesar de ter ocorrido uma diminuição significativa, próxima de 10% do ICP para o sub-grupo em questão. Concluindo, o programa de promoção de saúde desenvolvido possibilitou uma melhora significativa nos níveis de saúde bucal da população em questão, independentemente do grau de deficiência visual e considerando ainda aqueles que utilizaram a tecnologia de informação como ferramenta auxiliar, ou não.The dental attention given to handicap people can be considered incipient in our country. Although the technological advances in computer science and the health, do not exist in the market a tool that assists the deficient appearances in the maintenance of good levels oral health. Thinking about this, web was developed a tool using technologies as Java Applet, PHP and MySQL, that the audio navigation in for deficient appearances, thus facilitating the access of these patients in the cares with the oral health allows and to promote the interaction of these with the computer and web. The research developed with the participation of 54 users ACIC (Association for the Integration of the Blind) presents with total blindness or low vision. The first users were divided into 2 groups: group A - users who possess the ability to use computer and internet access and group B - which had no domain users to use the computer and access the internet and 4 sub-groups A1 and B1 users suffering from total blindness and A2 and B2 users with poor vision. Data collection occurred in several stages: first the subject of group A were individually invited to access the Odonto Voice, register and answer the questionnaire via web and then received instructions on oral health via the System. Yet for those in group B the questionnaire was orally by arguing the researcher individually, after received guidance on oral health. Subsequently, ICP was collected (Index Control Plaque) initial participants in both groups. After 30 days apart to collect the ICP was again collected in both groups. Participants' work, 31 (A1=13 and B1=18) users were carriers of total blindness and 23 (A2=14 and B2=09) of low vision, such a large majority (26) had incomplete primary education and a full average age of 34.19 years. Regarding the mode of perception of plaque in 3 subgroups was appointed predominantly breath. Among the findings during the course of the work highlights the mean of ICP, which showed the evolution of the following results: of 9,35% to 8% among participants in the subgroup A1; 16,67% to 9% of participants in the sub-group A2; from 28.25% to 19% participant in the sub-group B1, and from 10.10% to 8% of participants in subgroup B2. Join the evaluation parameter considered appropriate when the ICP is less than or equal to 10%, and inappropriate when the ICP is greater than 10%. Only the sub-group B1 showed average result considered inadequate, although there was a significant decrease, approximately 10% of the ICP for the sub-group in question. In conclusion, the health promotion program developed enabling a significant improvement in levels of oral health of the population in question, regardless the degree visual impairment and considering those who used information technology as a valuable tool or not.
Descrição: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Odontologia, Florianópolis, 2010
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/93797
Data:


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização
280909.pdf 1.978Mb PDF Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar