Avaliação da freqüência cardíaca como indicador biológico na prevenção dos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho

Repositório institucional da UFSC

A- A A+

Avaliação da freqüência cardíaca como indicador biológico na prevenção dos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho

Mostrar registro completo

Título: Avaliação da freqüência cardíaca como indicador biológico na prevenção dos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho
Autor: Verde, Rui Villa
Resumo: Relacionados ao Trabalho (D.O.R.T). Paticiparam deste estudo 34 sujeitos, de duas empresas catarinenses que operam no ramo de processamento de dados, distribuidos nos seguintes cargos: analista de sistemas, apoio administrativo e programadores. Foram controladas as variáveis: incidência de D.O.R.T, F.C, carga de trabalho (distinguindo entre física e mental), ambientais (ruído, temperatura e iluminamento). Os instrumentos de pesquisa foram constituidos pelo exame clínico, frequencímetro Polar, ErgoSentry 4.00 e NASA-TLX. Os resultados indicam que alguns sujeitos portadores de D.O.R.T apresentam média de frequência cardíaca acima de 100 bpm, ao contrário dos sujeitos sadíos que apresentam F.C. abaixo de 100 bpm. Apesar disso, podemos afirmar que a F.C. isoladamente não pode ser considerada um indicador biológico da ocorrência de D.O.R.T, porêm, sua utilidade na prevenção deste agravo à saúde humana poderia ser estudada pela associação com outros indicadores organizacionais e fisiológicos. The aim of this work was to study the Heart Rate (H.R.) as a biological indicator to help on preventing the Work Related Osteomuscular Disturbances (W.R.O.D). The work was developed with the participation of 34 employees of two software houses of Santa Catarina (Brazil), distibuted among the folowing occupations: analist of systems, administration supporters and programers. Were controled the issues: incidence of W.R.O.D, H.R., workload (distinguishing between the fisical and mental worload), environmentals (noise, temperture and ilumination). The research instruments were represented by clinical evaluation, Polar heart rate monitor, ErgoSentry 4.00 and NASA-TLX. The results show that some subjects suffering of W.R.O.D have there mean H.R. above 100 bpm, instead of the heathy ones, whose H.R. is under 100 bpm. Despite that, we can state that the H.R. alone can not be considered as a biological indicator of the incidence of the W.R.O.D, but its usefullness on preventing these human health hazard might be studied in the association with others phisiological and occupational indicators.
Descrição: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/84712
Data: 2003


Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro completo

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística

Compartilhar