Crescimento físico, estado nutricional e atividade física de escolares de sete a dez anos de idade da rede municipal de ensino de Porto Velho, RO

DSpace Repository

A- A A+

Crescimento físico, estado nutricional e atividade física de escolares de sete a dez anos de idade da rede municipal de ensino de Porto Velho, RO

Show full item record

Title: Crescimento físico, estado nutricional e atividade física de escolares de sete a dez anos de idade da rede municipal de ensino de Porto Velho, RO
Author: Farias, Edson dos Santos
Abstract: O objetivo do estudo foi investigar o comportamento de variáveis que evidenciaram as características do crescimento físico, do estado nutricional e da atividade física em escolares da Rede Municipal de Ensino de Porto Velho/RO. A amostra constituiu-se de 1057 escolares de ambos os sexos, com idade entre 7 e 10 anos, selecionada por meio de amostragem aleatória proporcional por setor e intencional por conglomerado de turma. Na coleta dos dados, foi utilizado um questionário com a finalidade de levantar informações sobre dados sociodemográficos e sobre a atividade física. Verificou-se as características do crescimento físico e estado nutricional através das medidas antropométricas, recorrendo aos programas Epiinfo/2000, Excel 5.0 e, para a análise estatística, ao SPSS versão 10. Os dados obtidos foram analisados pela estatística descritiva: média, mediana, desvio padrão, distribuição de percentis, escore Z como ponte de corte - 2 DP e + 2 DP, com os indicadores estatura para idade (E/I) e peso para estatura (P/E). Empregou-se o teste "t" de Student para a comparação de uma mediana com um valor referencial. A fim de analisar as associações entre variáveis foi usado o Qui-quadrado (x2); e a comparação entre os sexos realizou-se por meio do teste "t" de Student. Para todos os procedimentos estatísticos, utilizou-se o nível de significância 5%. No que se refere às características demográficas, 60,1%, 29,0% e 7,8% dos escolares pesquisados pertencem às classes de baixa renda familiar D, C e E e seus pais têm baixo grau de instrução. Quanto ao perfil de crescimento físico, os escolares apresentaram valores aproximados aos do referencial NCHS, observando-se que os escolares tendem a crescer de acordo com esperado pela OMS. Apenas os de 7 anos, do sexo feminino, mostraram valores superiores ao NCHS. Quanto à classificação do estado nutricional, houve prevalência da desnutrição pregressa (E/I) de 27,2% sobre a desnutrição aguda (P/E) de 19,8%. Notou-se no indicador P/E, 17,3 de casos de obesidade. Percebeu-se que o estado nutricional está relacionado com o tamanho da família, ocorrendo associação positiva no indicador P/E. Com relação à característica de atividade física, o grupo estudado parece ser inativo, independentemente do estado nutricional. Estima-se que a maioria dos escolares gasta em média duas horas diárias assistindo televisão. Quanto ao percentual de gordura, detectou-se um aumento progressivo no grupo feminino com o avanço da idade. No índice de adiposidade, houve predomínio da classe ótima no sexo masculino (78,2%), ocorrendo aproximação no da classe ótima e abaixo de ótima (42,7% e 42,4%) no sexo feminino. Na classe acima de ótima a percentagem foi baixa, destacando-se que o problema de obesidade no grupo estudado existe, mas a percentagem pode ser considerada baixa.
Description: Dissertação(mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física
URI: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/83657
Date: 2001


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar