Representação da identidade local na folheteria bilíngue do turismo em Florianópolis: uma análise crítica

DSpace Repository

A- A A+

Representação da identidade local na folheteria bilíngue do turismo em Florianópolis: uma análise crítica

Show full item record

Title: Representação da identidade local na folheteria bilíngue do turismo em Florianópolis: uma análise crítica
Author: Brognoli, Angela Faria
Abstract: Esta pesquisa examina discursos sobre o turismo em Florianópolis, especialmente no que diz respeito à representação da cidade, na folheteria do turismo disponibilizada aos visitantes brasileiros e estrangeiros. Tem como objetivo geral investigar como a identidade de Florianópolis e o modelo turístico privilegiado pela indústria turística local aparecem representados em folhetos turísticos bilíngues ou trilíngues e a articulação dessas representações com os discursos do capitalismo. Visa também investigar como o discurso da ecologia e da sustentabilidade, fortemente presente em um dos folhetos do corpus, articula-se com os discursos sobre turismo e identidade local no contexto do capitalismo. Para atingir tais objetivos, utilizo como base teórico-metodológica a Análise Crítica do Discurso de Fairclough, fundamentos da Linguística Sistêmico-Funcional de Halliday, a Gramática do Design Visual de Kress e van Leeuwen (2006) e teorizações de Dann (1996) sobre a linguagem do turismo. No que diz respeito às estratégias tradutórias utilizadas nos folhetos turísticos, emprego o conceito de item cultural específico de Aixelá (1996) e a dicotomia estrangeirização x domesticação, proposta por Venuti (1995). O corpus analisado é constituído por 15 folhetos bilíngues ou trilíngues. As análises sociossemióticas partem do nível da estrutura da linguagem verbal e das imagens, as quais, associadas ao contexto discursivo do turismo em Florianópolis e a questões sociais que envolvem discurso e ideologia na sociedade capitalista, veiculam crenças, valores e visões de mundo. Resultados das análises sugerem que as escolhas léxico- gramaticais, visuais e tradutórias usadas nos folhetos contribuem para que o ambiente da cidade seja transformado em commodity, para que o turista seja reduzido à condição de consumidor de bens e serviços oferecidos pelo trade turístico e para que os trabalhadores do turismo e a população local sejam apagados. Sugerem também que o discurso da sustentabilidade ecológica não se mostra capaz de fundamentar a construção de um modelo turístico que se contraponha aos discursos e práticas do capitalismo.</br>Abstract: This research examines discourses on tourism in Florianópolis, especially concerning the representation of the city, in the tourism folders made available to Brazilian and foreign visitors. I investigate how the identity of Florianópolis and the touristic model privileged by the local tourist industry is represented in bilingual or trilingual tourist folders and the articulation of these representations with the discourses of capitalism. I also examine how the discourse of ecology and sustainability, strongly present in one of the folders analyzed, articulates with the discourses on tourism and local identity in the context of capitalism. The theoretical and methodological bases for this study include Fairclough's Critical Discourse Analysis, Halliday's Systemic-Functional Linguistics, Kress and van Leeuwen's Grammar of Visual Design and Dann's theorizations about the language of tourism. Regarding the translation strategies used in tourist pamphlets, I use the concept of specific cultural item, as proposed by Aixelá, and the dichotomy foreignization x domestication, proposed by Venuti. The corpus consists of 15 bilingual or trilingual folders. Sociosemiotic analyzes start from the level of the structure of verbal language and images, which, associated with the discursive context of tourism in Florianópolis and with social issues involving discourse and ideology in the capitalist society, convey beliefs, values and worldviews. Results suggest that the visual, lexicogrammatical and translational choices employed in the folders contribute for the city environment to be transformed into a commodity, for the tourist to be reduced to the condition of consumer of goods and services offered by the tourist trade, and for tourism workers and the local population to be made invisible. They also suggest that the discourse of ecological sustainability does not prove capable of supporting the construction of a tourism model that opposes the discourses and practices of capitalism.
Description: Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução. Florianópolis, 2020.
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/216735
Date: 2020


Files in this item

Files Size Format View
PGET0469-T.pdf 30.18Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar