A geografia clássica de Paul Vidal de La Blache: do positivismo ao imperialismo

DSpace Repository

A- A A+

A geografia clássica de Paul Vidal de La Blache: do positivismo ao imperialismo

Show full item record

Title: A geografia clássica de Paul Vidal de La Blache: do positivismo ao imperialismo
Author: Voigt, Mateus Engel
Abstract: O presente trabalho versa sobre o estudo das bases teóricas da geografia e do pensamento de um dos mais destacados geógrafos do final do século XIX e início do século XX – o francês Paul Vidal de La Blache. Por meio de um exame filológico da produção de La Blache, compilada sobretudo em obra de Haesbaert et al (2012), buscamos confrontar de maneira crítica suas ideias, para tanto, baseamo-nos nos escritos de Santos (2012), Moreira (1986, 2015), Sodré (1989), Moraes (1988), entre outros. Elencamos como temas centrais para compreender seu pensamento e base teórica: o positivismo, a noção de Gênero de Vida por ele cunhada, a ideologia e o imperialismo. Além disso, realizou-se uma discussão em torno do revisionismo das ideias de Vidal, que procuramos adversar com outros conceitos. Como resultado, o trabalho aponta que a geografia de La Blache, imbuída pelo positivismo, não alçou um sentido transformador da sociedade, pelo contrário, serviu para manter a ordem vigente. Seja pelo conceito de Gênero de Vida, que ajudou a cristalizar a explicação de desigualdades regionais devido às técnicas que determinada sociedade emprega, seja pela vinculação de Vidal com o imperialismo promovido pelo Estado francês.The present work is a study of the theoretical bases of geography and the thought of one of the most outstanding geographers of the late 19th and early 20th centuries - the French Paul Vidal de La Blache. Through a philological examination of the production of La Blache, compiled mainly in the work of Haesbaert et al (2012), we seek to critically confront his ideas based on the writings of Santos (2012), Moreira (1986, 2015), Sodré (1989), Moraes (1988), among others. We list as central themes to understand his thinking and theoretical basis: positivism, the notion of lifeways he coined, ideology and imperialism. In addition, there is a discussion about the revisionism of Vidal's ideas, which we try to counter with other concepts. As a result, the work points out that the geography of La Blache, imbued with positivism, did not raise a transforming sense of society. On the contrary, it served to maintain the current order either by the concept of lifeways, which helped to crystallize the explanation of regional inequalities due to the techniques that a given society employs or because of Vidal's connection with imperialism promoted by the French State.
Description: TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Geografia
URI: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/204378
Date: 2020-03-20


Files in this item

Files Size Format View Description
TCC - A Geograf ... ivismo ao imperialismo.pdf 1.307Mb PDF View/Open TCC

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account

Statistics

Compartilhar